Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize a sua experiência na Investing.com. Poupe até 40% Mais detalhes

A energia nuclear na perspetiva do investidor

pt.investing.com/analysis/a-energia-nuclear-na-perspetiva-do-investidor-200434631
A energia nuclear na perspetiva do investidor
Por Jorge Filipe Ribeiro   |  14.03.2022 23:50
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este artigo já foi guardado em Artigos Guardados
 

1. A Dependência energética da Europa

Os terríveis e inimagináveis acontecimentos vividos, atualmente, na Ucrânia trouxeram para a mesa das decisões políticas a problemática da dependência energética da Europa face ao país invasor da Ucrânia, no que ao gás natural diz respeito.

Sabe-se que uma grande parte do gás natural, mais 40%, utilizado na Europa, é importado da Rússia. Este recurso energético utiliza-se como combustível para a produção de energia elétrica em turbinas a gás.

O relatório da REN (LS:RENE) (Redes Elétricas Nacionais) indica que o gás natural usado para a produção de energia elétrica, em Portugal, registou um aumento de quase 400% em fevereiro, situação “devido à reduzida disponibilidade de energia renovável, ao contrário do que tinha acontecido no período homólogo anterior”.

2. A energia nuclear no Mundo

A energia nuclear é uma alternativa na obtenção de energia elétrica, já utilizada há muitos anos, desde 1950, em diversos países.

Outras aplicações da energia nuclear são o aquecimento urbano, propulsão de navios, aplicação de calor nos processos industriais, dessalinização de água do mar e até na área aeroespacial.

Estados Unidos da América é o país com mais reatores nucleares - 99, seguindo-se a França com 58, o Japão com 42 e a China com 36. A Coreia do Sul tem 25 reatores e a Índia 22. No Canadá existem 19 reatores nucleares. A Rússia tem apenas menos um reator do que a China, a Ucrânia e o Reino Unido têm 15 reatores e a Suécia 9.

Apesar dos dois grandes desastres com as consequências conhecidas – Chernobyl e Fukushima – uma grande parte da população mundial é servida de energia elétrica gerada em centrais nucleares, pelo que é considerada uma energia limpa, económica e, desde que usada com as regras de segurança e no correto ambiente controlado, não perigosa.

3. Como é gerada a energia elétrica

A energia elétrica obtida a partir da energia nuclear resulta, resumidamente, numa reação em cadeia que liberta energia térmica, a qual permite a formação de vapor de água que movimenta as turbinas responsáveis por gerar a energia elétrica, posteriormente distribuída pela rede.

A energia nuclear é a energia presente no núcleo do átomo e que dele poderá ser retirada para ser utilizada com diferentes objetivos, ou seja, a energia que é obtida como resultado de fissão ou separação dos núcleos de urânio ou plutónio.

Porém, a fissão só ocorre com o isótopo 235 do urânio, o denominado urânio enriquecido, também passível de ser utilizado na construção de armas nucleares.

Uma das vantagens da energia nuclear face aos combustíveis fósseis é que para igual massa, o urânio produz cerca de 2.500.000 vezes mais energia por fissão do que o carbono por combustão.

Contrariamente aos combustíveis fósseis, petróleo ou carvão, que necessitam de ser queimados em grandes quantidades para produzirem energia, os combustíveis nucleares são usados em pequenas quantidades, a chamada massa crítica.

A produção de energia elétrica, nas centrais nucleares, recorre a processos onde é provocada a cisão nuclear de um elemento radioativo, conduzindo à libertação de grande quantidade de energia, sob a forma de calor, o qual aquece a água formando vapor de água utilizado para movimentação das turbinas.

Contudo, os custos associados à construção e manutenção de uma central nuclear são, naturalmente, elevados pela exigência nos critérios apertados de segurança. A título informativo, a primeira central nuclear dos Emiratos Árabes Unidos, Barakah 1, teve um custo de construção na ordem dos 32 mil milhões de dólares americanos.

Por outro lado, o risco ambiental é grande, resultando dos resíduos radioativos gerados no processo e por todo o conjunto de riscos associados a um potencial acidente.

4. O mercado

Em 2020, o mercado global da energia nuclear encontrava-se avaliado num valor superior a 41 mil milhões de dólares americanos, estimando-se atingir os 58 mil milhões de dólares americanos já em 2030. Este crescimento representa uma taxa de Crescimento Anual Composta de 3,5% até 2030.

Nos Estados Unidos da América, este mercado tem um valor superior a 35 mil milhões de dólares, com um crescimento de 3% previsto para 2022.

As maiores necessidades energéticas da sociedade moderna e do estilo de vida atual implicam que, cada vez mais, seja necessário fornecer energia elétrica às redes de abastecimento, procurando-se, para isso, opções menos dependentes dos combustíveis fósseis. A energia nuclear, a par das energias renováveis, tem constituído uma opção válida nesta contínua demanda de fornecimento energético.

5. Energia nuclear e investimento

Como investimento, a energia nuclear afigura-se uma relevante opção para aplicação de fundos, a qual poderá ser feita em duas perspetivas, ações individuais de empresas desta indústria ou através dos Exchange Traded Funds (ETFs).

O investimento no urânio físico - commodity ou ETFs deste elemento natural - é igualmente uma forma de exposição a este mercado, contudo, esta abordagem de investimento não será referida neste documento.

De acordo com o perfil do investidor, objetivo e estratégia de investimento é possível alocar fundos numa área que, atualmente, tem sido vista como oportunidade para os investidores com resultados satisfatórios a médio-longo prazo.

Os acontecimentos hediondos vividos na região da Ucrânia fomentaram uma maior publicitação desta indústria e, naturalmente, despertaram mais interesse dos investidores numa área cujo potencial de crescimento é considerável.

Através de uma abordagem breve e resumida são, seguidamente, apresentadas algumas empresas ligadas a esta indústria. Contudo, uma análise e avaliação profundas das oportunidades de investimento devem ser levadas a efeito, visando o seu enquadramento no perfil de investidor, estratégia e objetivos de investimento.

  • Centrus Energy Corp. (NYSE:LEU) empresa americana com sede no Estado de Maryland, focada no enriquecimento de urânio para utilização nas centrais nucleares. Apresenta um PE 3.44 e um EPS de 9.75. A margem de lucro é superior a 58% e o seu ROA superior a 16%.
  • Ur-Energy Inc. (NYSE:URG) empresa americana de mineração de urânio, com sede no estado do Colorado. Esta empresa teve uma valorização de quase 90% entre Julho e Novembro de 2021, período em que o preço da sua ação subiu de $1.05USD para $1.99USD. O seu índice dívida património líquido é de 17.78 e apresenta um BVPS de 0.32.
  • Uranium Energy Corp. (NYSE:UEC) empresa com sede no Texas focada na mineração e extração de urânio. Apresenta um BVPS de 0.83 e um rácio de dívida património de 5.16. O seu PB é de 4.48.
  • NexGen Energy Ltd. (TSX:NXE) empresa Canadiana com sede em Vancouver. Apresenta um PB de 7.46, o seu índice dívida património líquido é de 16.30 e o seu BVPS é de 0.9.
  • Rio Tinto Group (LON:RIO) empresa sediada em Londres, com 49 mil funcionários. Focada na mineração de vários elementos, entre os quais o urânio, apresenta um PE de 5.37 e um EPS de 12.95. Distribui dividendos pelos acionistas com base num Dividend Yield de 10.90%.
  • BHP Group Limited (ASX:BHP) empresa Australiana com sede em Melbourne. Tem mais de 40 mil funcionários e apresenta um PE de 9.87 e um EPS de 6.65. O seu Dividend Yield é superior a 10%. A sua margem de lucro é superior a 24%, tem um ROE superior a 30% e o seu ROA situa-se acima dos 20%.

Os Exchanged Traded Funds são outra opção válida para o investidor mais centrado numa gestão passiva e numa diversificação mais facilitada.

  • Uranium ETF (NYSE:URA) é um ETF, lançado em 2010 e cuja TER se encontra nos 0,69%. Cameco Corporation, NexGen e Uranium Energy Corporation são exemplos de empresas que fazem parte da lista das 45 holdings. Canadá, Austrália e Cazaquistão são as 3 geografias mais marcadas no portefólio.
  • VanEck Uranium + Nuclear Energy ETF (NYSE:NLR) foi lançado em 2007 e a sua TER é de 0,60%. Estando menos vocacionado para as empresas de mineração de urânio, centra grande parte do seu portefólio em empresas que utilizam a energia nuclear. Dominion Energy Inc, Entergy Corp (NYSE:ETR). e Duke Energy Corp (NYSE:DUK). fazem parte do conjunto de 26 holdings.
  • North Shore Global Uranium Mining ETF (NYSE:URNM) foi lançado em 2019. Uma característica particular é o facto deste ETF ter, também, na sua composição de investimento urânio físico. Composto por 36 holdings, apresenta uma TER de 0,85%.

6. Conclusão

Apesar dos dois acontecimentos trágicos nas história das centrais nucleares, a energia elétrica obtida a partir da energia nuclear, fornecida à população mundial, é considerável. Os riscos ambientais que podem ocorrer e as exigências de segurança são um entrave a uma maior utilização. No entanto considera-se a energia nuclear como limpa e segura.

Do ponto de vista de investimento, esta indústria assume-se como uma oportunidade com resultados satisfatórios a médio-longo prazo, podendo a alocação de fundos ser efetuada através de ações individuais de empresas, Exchange Traded Funds ou na vertente das commodities através do urânio físico.

No entanto, dadas as características singulares desta indústria do setor energético, uma correta e profunda avaliação, bem como uma análise criteriosa e pormenorizada das oportunidades de investimento são fundamentais e obrigatórias para uma correta e eficaz mitigação do risco do investimento. A avaliação do risco-benefício, associada à integração nos objetivos e estratégia de investimento, levam ao encontro mais adequado do perfil do investidor e, por conseguinte, a resultados mais ajustados.

As ideias e as opiniões, acima descritas, refletem a minha linha de pensamento sobre estes veículos de investimentos. Assim, não devem as mesmas ser consideradas ou tidas como forma de aconselhamento financeiro.

A energia nuclear na perspetiva do investidor
 

Artigos Relacionados

João Cruz
Ângulos agudos + tendência = ? Por João Cruz - 29.04.2022

Boa tarde! Espero que esteja tudo bem convosco. Hoje irei falar sobre tendências relativamente a sua inclinação.Num primeiro momento e começando por uma amplitude em 15º, esta...

A energia nuclear na perspetiva do investidor

Adicione um comentário

Diretrizes para Comentários

Encorajamos o uso de comentários como forma de interagir com os nossos usuários, compartilhar a sua perspetiva e fazer perguntas. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado no tema. Apenas coloque conteúdo relativo ao tópico.
  • Seja respeitoso. Até as opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias ou ataques pessoais dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de registro no futuro, a critério Investing.com.

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja eliminar este gráfico?
 
Postar
Também publique em :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua capacidade de comentar está suspensa devido a relatórios negativos por partes utilizadores. O estado será revisto pelos nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (5)
Gilberto Martins
Gilberto Martins 04.05.2022 7:40
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este comentário já foi guardado em Artigos Guardados
excelente artigo parabéns
Regina Vale Pires
Regina Vale Pires 16.03.2022 20:14
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este comentário já foi guardado em Artigos Guardados
Muito bom! Parabéns. Excelente artigo.
Jorge Filipe Ribeiro
Jorge Filipe Ribeiro 16.03.2022 20:14
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este comentário já foi guardado em Artigos Guardados
Cara Regina Vale Pires, desde já agradeço as suas palavras. É de facto uma honra e, simultaneamente, uma grande responsabilidade ler comentários como o seu. Muito obrigado
Regina Vale Pires
Regina Vale Pires 16.03.2022 20:07
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este comentário já foi guardado em Artigos Guardados
Muito bom. Parabéns !!!
Domingos Oliveira
Domingos Oliveira 15.03.2022 20:32
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este comentário já foi guardado em Artigos Guardados
Agradeço a excelência deste artigo, não tanto pelo investimento como seu principal foco de, mas essencialmente pelo desenvolvimento de uma matéria, muito na berra da discussão pública actual, mas pouco conhecida no que à sua essência diz respeito. E é aqui que, quanto a mim, este trabalho surge brilhante e com surpreendente eficácia. A carga negativa que consigo arrasta o termo nuclear, afasta o interesse pelo conhecimento da enorme importância que representa para a humanidade e Jorge Filipe Ribeiro tece aí uma abordagem que lhe assenta como uma luva. Muito obrigado e parabéns… Domingos Oliveira
Jorge Filipe Ribeiro
Jorge Filipe Ribeiro 15.03.2022 20:32
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este comentário já foi guardado em Artigos Guardados
Caro Domingos Oliveira. Desde já agardeço as amáveis palavras. Efetivamente, para além do âmbito rincipal da análise Às oportunidades de investimento, este artigo teve, igualmente, patente a idei de partilhar um pouco de informação sobre este tema.
Pat Money
Pat Money 15.03.2022 11:25
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este comentário já foi guardado em Artigos Guardados
Excelente artigo! Muito obrigado.
Jorge Filipe Ribeiro
Jorge Filipe Ribeiro 15.03.2022 11:25
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este comentário já foi guardado em Artigos Guardados
Muito obrigado Pat Money pelas palavras de elogio.
 
Tem certeza que deseja eliminar este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua capacidade de comentar está suspensa devido a relatórios negativos por partes utilizadores. O estado será revisto pelos nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar Bloqueio

Quer mesmo bloquear %USER_NAME%?

Se o fizer, não poderá consultar as mensagens de %USER_NAME% e vice versa em Investing.com.

Adicionou %USER_NAME% com sucesso à sua Lista de Bloqueios

Uma vez que acabou de desbloquear esta pessoa, deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Registe-se com o Google
ou
Registe-se com email