Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize a sua experiência na Investing.com. Poupe até 40% Mais detalhes

Já temos orientação do Fed: O que se segue?

pt.investing.com/analysis/ja-temos-orientacao-do-fed-o-que-se-segue-200433505
Já temos orientação do Fed: O que se segue?
Por Ismael De La Cruz/Investing.com   |  23.09.2021 10:07
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este artigo já foi guardado em Artigos Guardados
 

Depois da reunião de ontem do Fed, temos agora orientações mais ou menos claras no horizonte. O tapering poderá começar já na próxima reunião marcada para 3 de Novembro e poderá terminar em meados de 2022.

Por conseguinte, a primeira redução no programa de compra de ativos poderá ser em Novembro partindo dos 120 mil milhões de dólares até chegar a zero em Junho de 2022, uma redução de 15 mil milhões de dólares por mês (o Fed levou 10 meses para completar a redução na compra de títulos em 2014).

Relativamente à subida das taxas de juro, é uma questão delicada que semeia controvérsia entre os membros do Fed. De momento, manteve a taxa de juro a um mínimo histórico de 0-0,25%, mas tudo aponta para que a primeira subida da taxa venha mais cedo do que o esperado, de facto metade dos membros do Fed defendem o início da subida em 2022 e a outra metade em 2023.

O Dot Plot é um painel formado por pontos que é publicado após cada reunião do FOMC e mostra as projeções dos membros do FOMC. Cada ponto representa a visão de um membro sobre onde a taxa de juro deve estar no final de cada ano, refletindo assim as expectativas dos decisores políticos sobre a trajetória das taxas de juro.

O Dot Plot, como mencionei anteriormente, mostra uma falta de consenso, com 9 dos 18 membros estão à espera de uma subida de primeira taxa em 2022 e outros 9 em 2023. Em 2024 mostra um aumento contínuo, levando a taxa de juro média a 1,8%. Mas atenção, nem sempre foi este o caso e alguns dos membros do FOMC terminarão o seu mandato em 2023.

Quais são as consequências de uma subida da taxa de juro?

As principais consequências de um aumento das taxas de juro são as seguintes:

1) Quando as taxas de juro sobem, a inflação cai. Isto porque há um declínio no consumo à medida que os custos de financiamento aumentam.

2) Taxas mais elevadas tornam o empréstimo mais caro. Existe uma ligação entre as taxas de juro e a questão do financiamento bancário, pelo que os bancos nunca perdem e acabam por transferir o custo para os empréstimos que fazem aos seus clientes (tanto indivíduos como empresas).

3) As taxas elevadas provocam o aumento dos depósitos bancários. Em princípio, a rentabilidade de tais produtos irá aumentar.

4) Fluxos de capital de ações para obrigações. Os investidores retiram o seu dinheiro do mercado bolsista e entram em obrigações, o que tende a levar a uma queda do mercado bolsista. A razão é que um aumento das taxas de juro tem um impacto direto sobre o consumo e a capacidade de empréstimo das empresas, o que as torna pouco atrativas e desinteressantes para os investidores. Por outras palavras, um aumento das taxas de juro torna mais caro às empresas financiarem-se a si próprias, tornando os investimentos menos rentáveis. Por outro lado, com taxas de juro mais baixas, as empresas podem dar-se ao luxo de reduzir os custos e aumentar os lucros, para não mencionar o facto de que podem pedir empréstimos mais baratos e acessíveis e aumentar os investimentos.

O que significa um aumento das taxas de juro para as moedas?

Imagine que o EUR/USD e o BCE têm taxas a 2% e o Fed a 0,5% (apenas um exemplo). O Fed aumenta as taxas em 0,25% de 0,5% para 0,75%. Isto seria bom para o dólar e mau para o euro, portanto o EUR/USD desceria, porque um aumento da taxa de juro torna a sua moeda mais atrativa dado que oferece mais vantagens e benefícios do que outra moeda com taxas de juro mais baixas. É por isso que haveria um fluxo de capital do euro para o dólar, os investidores venderiam euros para comprar dólares.

Há também outra razão. Continuando o exemplo de anteriormente, as taxas de juro influenciam o rendimento das obrigações do Tesouro dos EUA e estas obrigações só podem ser compradas em dólares. Portanto, se as taxas de juro nos EUA subirem, os investidores interessados em comprar estas obrigações aumentarão e, como precisam de dólares para as comprar, a procura de dólares aumentará e, portanto, o preço do dólar subirá e reforçar-se-á em relação a outras moedas.

Já temos orientação do Fed: O que se segue?
 

Artigos Relacionados

Já temos orientação do Fed: O que se segue?

Adicione um comentário

Diretrizes para Comentários

Encorajamos o uso de comentários como forma de interagir com os nossos usuários, compartilhar a sua perspetiva e fazer perguntas. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado no tema. Apenas coloque conteúdo relativo ao tópico.
  • Seja respeitoso. Até as opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias ou ataques pessoais dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de registro no futuro, a critério Investing.com.

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja eliminar este gráfico?
 
Postar
Também publique em :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua capacidade de comentar está suspensa devido a relatórios negativos por partes utilizadores. O estado será revisto pelos nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
António Nunes
António Nunes 23.09.2021 12:56
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este comentário já foi guardado em Artigos Guardados
atenção também temos empresas descapitalizadas que vão despedir, vamos ter aumento do desemprego
 
Tem certeza que deseja eliminar este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua capacidade de comentar está suspensa devido a relatórios negativos por partes utilizadores. O estado será revisto pelos nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar Bloqueio

Quer mesmo bloquear %USER_NAME%?

Se o fizer, não poderá consultar as mensagens de %USER_NAME% e vice versa em Investing.com.

Adicionou %USER_NAME% com sucesso à sua Lista de Bloqueios

Uma vez que acabou de desbloquear esta pessoa, deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Registe-se com o Google
ou
Registe-se por email