Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize a sua experiência na Investing.com. Poupe até 40% Mais detalhes

China: Uma crise maior do que a da Evergrande está em construção

Economia01.10.2021 13:10
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este artigo já foi guardado em Artigos Guardados
 
© Reuters.

Investing.com - Os problemas do gigante imobiliário chinês Evergrande (HK:3333) tomaram o centro das atenções à medida que os investidores se perguntavam se um incumprimento assinalaria o início de uma nova crise financeira.

O suspense permanece de momento, uma vez que a empresa tem 30 dias para pagar as suas dívidas. As autoridades chinesas começaram a tomar medidas para evitar o contágio do tecido económico.

No entanto, uma nova crise está à espreita atrás da crise da Evergrande que não está a ser abordada.

Uma crise energética em grande escala

GQG Partners, um importante gestor de fundos que reduziu a sua exposição à China, disse que a atual escassez de energia na China é mais preocupante do que a crise da dívida do gigante imobiliário Evergrande.

O fundo de investimento está preocupado com o impacto destes problemas energéticos sobre a economia do país e do mundo. "Estamos muito mais preocupados com a crise energética chinesa do que com o problema Evergrande porque tem sérias implicações.

De facto, os efeitos da crise energética da China podem alastrar às cadeias globais de abastecimento e perturbar ainda mais o abastecimento de bens de consumo, provocando uma inflação mais elevada.

As cadeias de fornecimento globais já foram esticadas pela pandemia de Covid-19 e pelas perturbações de transporte que limitaram o fornecimento de uma variedade de mercadorias, desde vestuário a semicondutores.

A China está a sofrer um grande número de cortes de energia devido à escassez de carvão, objetivos mais rigorosos de redução de emissões e aumento da procura de eletricidade por parte da indústria.

De facto, algumas fábricas, incluindo as que produzem para a Apple (NASDAQ:AAPL) e Tesla (NASDAQ:TSLA), foram forçadas a encerrar a fim de limitar o seu consumo de energia.

O Presidente chinês Xi Jinping anunciou em Setembro último que a China pretende atingir o pico das emissões de carbono até 2030 e tornar-se neutra em termos de carbono até 2060. Este anúncio deu início aos planos nacionais e locais para reduzir a produção de carvão e outros processos intensivos em carbono.

Em resposta, a Goldman Sachs (NYSE:GS) e outros economistas baixaram as suas previsões de crescimento para a China, uma vez que a escassez de energia está a atingir duramente o sector industrial do país.

A crise de Evergrande pode não ser tão má como as pessoas pensam

Em comparação com a crise energética, a crise da dívida do promotor imobiliário chinês Evergrande é suscetível de ser "muito bem contida".

A GQG Partners acredita que os problemas da Evergrande não são críticos e podem ser facilmente resolvidos. "A grande maioria da dívida é doméstica, e penso que pode ser distribuída por entidades mais pequenas e absorvida por outras ... Já vimos este tipo de filme antes e, obviamente, as autoridades estão muito bem dotadas para lidar com este problema".

Uma crise na China, mas oportunidades noutros lugares

A GQG Partners disse que tinha começado a reduzir a sua exposição à China no seu fundo de ações dos mercados emergentes por volta do início de 2021. Entretanto, o fundo tem vindo a aumentar as suas participações noutras economias emergentes, como a Índia, Brasil e Rússia, onde o crescimento económico tem vindo a crescer.

O fundo diz que os investidores continuam fixados na China e estão a esquecer-se de outras oportunidades. "Pensamos que há uma atenção excessiva aos aspetos de crescimento da China quando outros mercados parecem estar a recuperar... e é aí que encontraremos oportunidades.

As principais participações do fundo em mercados emergentes incluem o maior fabricante mundial de semicondutores, Taiwan Semiconductor Manufacturing Co ou TSMC (SA:TSMC34), a empresa indiana de serviços de IT Infosys (NYSE:INFY) e a empresa sul-coreana Samsung Electronics (KS:005930).

China: Uma crise maior do que a da Evergrande está em construção
 

Artigos Relacionados

Black Friday: Fazer a Amazon pagar
Black Friday: Fazer a Amazon pagar Por Euronews PT - 26.11.2021

A "Make Amazon (NASDAQ:AMZN) Pay" é uma coligação internacional, composta por cerca de 40 organizações, incluindo a Greenpeace e a Oxfam, que acusa a Amazon de colocar o lucro à...

Adicione um comentário

Diretrizes para Comentários

Encorajamos o uso de comentários como forma de interagir com os nossos usuários, compartilhar a sua perspetiva e fazer perguntas. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado no tema. Apenas coloque conteúdo relativo ao tópico.
  • Seja respeitoso. Até as opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias ou ataques pessoais dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de registro no futuro, a critério Investing.com.

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja eliminar este gráfico?
 
Postar
Também publique em :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua capacidade de comentar está suspensa devido a relatórios negativos por partes utilizadores. O estado será revisto pelos nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (1)
Fernando Carlos Santos Pereira
Fernando Carlos Santos Pereira 01.10.2021 17:00
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este comentário já foi guardado em Artigos Guardados
tantos anos debates para os cidadoes erupeus irem em trabalho ao laser e acesso a europa e a ggora e persizo outro decumento as pessouas que ja trbalharao na eropa ficao sem dereitos e privados de lavoutaraem ao fim porduzirao para a em conumia desses paises memo sendo por tres anos ao mais
 
Tem certeza que deseja eliminar este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua capacidade de comentar está suspensa devido a relatórios negativos por partes utilizadores. O estado será revisto pelos nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar Bloqueio

Quer mesmo bloquear %USER_NAME%?

Se o fizer, não poderá consultar as mensagens de %USER_NAME% e vice versa em Investing.com.

Adicionou %USER_NAME% com sucesso à sua Lista de Bloqueios

Uma vez que acabou de desbloquear esta pessoa, deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Registe-se com o Google
ou
Registe-se por email