🔥 Ações premium escolhidas por IA da InvestingPro Poupe agora até 50%OBTER OFERTA

BOVESPA-Índice cai 1,7% com piora em Wall Street e preocupação com Deutsche Bank

Publicado 29.09.2016, 22:12
© Reuters.  BOVESPA-Índice cai 1,7% com piora em Wall Street e preocupação com Deutsche Bank
US500
-
DBKGn
-
YAR
-
LCO
-
CL
-
VALE
-
BVSP
-
BRKM5
-
CSNA3
-
PETR3
-
PETR4
-
QUAL3
-
SUZB5
-
USIM5
-
VALE3
-
FBR
-
GGB
-
8031
-

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO, 29 Set (Reuters) - A bolsa paulista fechou com seu principal índice em queda nesta quinta-feira, pressionada pela piora no mercado acionário nos Estados Unidos e com as preocupações com o Deutsche Bank aumentando a aversão a risco.

O Ibovespa .BVSP caiu 1,69 por cento, a 58.350 pontos e perdendo o patamar dos 59 mil pontos reconquistados na véspera.

O giro financeiro da sessão foi de 6,3 bilhões de reais.

A agência de notícias Bloomberg noticiou que fundos retiraram parte do dinheiro em excesso e desmontaram posições mantidas junto ao Deutsche Bank DBKGn.DE DB.N , o que levou a uma queda de mais de 6 por cento dos ADRs do banco alemão. causa imediata da crise do Deutsche é uma multa, questionada pelo banco alemão, de até 14 bilhões de dólares aplicada pelo Departamento de Justiça dos EUA, por conta de operações com títulos lastreados em hipotecas.

O mau humor contaminou a bolsa paulista de forma generalizada, com a maioria das ações que operavam no azul mais cedo não conseguindo sustentar o fôlego até o fim do pregão.

A preocupação com a saúde o banco alemão também pressionou Wall Street, onde o S&P 500 .SPX caiu 0,93 por cento, ofuscando a recuperação dos preços do petróleo CLc1 LCOc1 , que firmaram-se em alta durante a tarde e fecharam com ganhos acima de 1 por cento.

DESTAQUES

- PETROBRAS PN PETR4.SA caiu 3,03 por cento e PETROBRAS ON PETR3.SA teve baixa de 1,7 por cento, na contramão dos preços do petróleo que fecharam em alta após alguma volatilidade durante a manhã. Como pano de fundo, estava ainda a notícia de que os funcionários da petrolífera rejeitaram proposta de acordo coletivo e aprovaram indicativo de estado de greve. VALE PNA VALE5.SA recuou 1,58 por cento e VALE ON VALE3.SA perdeu 1,1 por cento. A sessão foi marcada por diversas notícias envolvendo a mineradora, como a aprovação de novos termos para a venda de fatia na mina de carvão de Moatize e do Corredor Logístico de Nacala (CLN), em Moçambique, à japonesa Mitsui 8031.T . Além disso, a Vale havia informado que não houve deliberação sobre a venda de seu negócio de fertilizantes na reunião desta quinta-feira do conselho de administração, depois que o colunista do jornal O Globo, Lauro Jardim, informou que a Vale tinha aprovado a venda da área de fertilizantes para a norte-americana Mosaic MOS.N e a norueguesa Yara YAR.OL . QUALICORP QUAL3.SA caiu 3,67 por cento, entre as maiores baixas do Ibovespa. No radar estava a notícia publicada pelo jornal O Globo de que a assembléia geral extraordinária da Unimed-Rio não aprovou o aporte de 500 milhões de reais e que a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) vai notificar a cooperativa para que apresente outra forma de capitalização ou vai liquidar a Unimed-Rio extrajudicialmente.

- GERDAU GGBR4.SA recuou 0,22 por cento, CSN CSNA3.SA teve queda de 2,58 por cento e USIMINAS USIM5.SA fechou estável. As ações das siderúrgicas operaram no azul durante boa parte do pregão, recebendo impulso da notícia que o governo brasileiro vai questionar na Organização Mundial do Comércio (OMC) as sobretaxas impostas pelos Estados Unidos às importações de aço laminado brasileiro. FIBRIA FIBR3.SA subiu 1,97 por cento, e a SUZANO PAPEL E CELULOSE SUZB5.SA avançou 2,5 por cento, entre os poucos papéis a conseguir se manter em território positivo. A Fibria anunciou aumento de 20 dólares no preço da tonelada de celulose vendida para a Ásia, com o novo valor válido a partir de 1º de outubro. BRASKEM BRKM5.SA ganhou 0,51 por cento, ampliando os ganhos de 10 por cento na véspera, após a aprovação de pagamento dividendos intermediários e beneficiada também pela prorrogação de imposição de tarifas antidumping a importações de resina de policloreto de vinila obtido por processo de suspensão (PVC-S) dos Estados Unidos e do México. de Raquel Stenzel)

Últimos comentários

Divulgação de riscos: A realização de transações com instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve altos riscos, incluindo o risco de perda de uma parte ou da totalidade do valor do investimento, e pode não ser adequada para todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos tais como eventos financeiros, regulamentares ou políticos. A realização de transações com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir realizar transações com instrumentos financeiros ou criptomoedas, deve informar-se sobre os riscos e custos associados à realização de transações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente os seus objetivos de investimento, nível de experiência e nível de risco aceitável, e procurar aconselhamento profissional quando este é necessário.
A Fusion Media gostaria de recordar os seus utilizadores de que os dados contidos neste website não são necessariamente fornecidos em tempo real ou exatos. Os dados e preços apresentados neste website não são necessariamente fornecidos por quaisquer mercados ou bolsas de valores, mas podem ser fornecidos por formadores de mercados. Como tal, os preços podem não ser exatos e podem ser diferentes dos preços efetivos em determinados mercados, o que significa que os preços são indicativos e inapropriados para a realização de transações nos mercados. A Fusion Media e qualquer fornecedor dos dados contidos neste website não aceitam a imputação de responsabilidade por quaisquer perdas ou danos resultantes das transações realizadas pelos seus utilizadores, ou pela confiança que os seus utilizadores depositam nas informações contidas neste website.
É proibido usar, armazenar, reproduzir, mostrar, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste website sem a autorização prévia e explicitamente concedida por escrito pela Fusion Media e/ou pelo fornecedor de dados. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados pelos fornecedores e/ou pela bolsa de valores responsável pelo fornecimento dos dados contidos neste website.
A Fusion Media pode ser indemnizada pelos anunciantes publicitários apresentados neste website, com base na interação dos seus utilizadores com os anúncios publicitários ou com os anunciantes publicitários.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que há qualquer discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.