Últimas Notícias
Poupe 40% 0
🔎 Ver NVDA ProTips completas para insights sobre risco ou recompensa Poupe 40%

Esperança e cautela enquanto Portugal continua desconfinamento COVID-19

Publicado 19.04.2021 17:25
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este artigo já foi guardado em Artigos Guardados
 
© Reuters

LISBOA, 19 Abr (Reuters) - Três meses depois de João Correia ter sido forçado a fechar o seu café num dos centros comerciais de Lisboa, ele voltou a receber clientes esta segunda-feira, sentindo-se cauteloso e esperançoso em relação ao futuro.

Portugal impôs um segundo confinamento nacional em Janeiro para conter o que era então o pior aumento de COVID-19 do mundo. Uma nação de pouco mais de 10 milhões, registou mais de 830.000 casos e cerca de 17.000 mortes pelo vírus.

Regras rígidas foram gradualmente relaxadas desde meados de Março, quando cabeleireiros, livrarias e algumas escolas reabriram.

Duas semanas depois, esplanadas, museus, mercados, feiras, pequenas lojas e ginásios puderam abrir as portas. Esta segunda-feira, foi a vez de centros comerciais como o das Amoreiras, em Lisboa, onde Correia trabalha há mais de três décadas.

"Eu estava ansiosamente à espera disto ... é uma alegria chegar a este dia", disse ele. "Não ganhamos dinheiro durante três meses e agora, passo a passo, temos de recuperar."

Cinemas, escolas secundárias, universidades e áreas interiores de restaurantes também receberam luz verde para reabrirem esta segunda-feira em grande parte do país. Amoreiras têm mais de 200 lojas e o seu director Fernando Oliveira disse que o impacto do confinamento nos negócios foi "brutal".

"Durante o primeiro confinamento foi um choque ver corredores escuros, sem pessoas, lojas fechadas", disse Oliveira, enquanto clientes ansiosos faziam fila do lado de fora das lojas na segunda-feira. "Não foi um choque tão grande desta vez, mas ainda assim foi muito difícil."

Nenhuma crise na história recente atingiu a economia de Portugal dependente do turismo com tanta força quanto a pandemia, com o PIB a contrair 7,6% no ano passado, a sua maior queda desde 1936.

Texto integral em inglês: (Reportagem de Catarina Demony e Miguel Pereira, Traduzido para português por João Manuel Maurício, Gdansk Newsroom)

Esperança e cautela enquanto Portugal continua desconfinamento COVID-19
 

Artigos Relacionados

Adicione um comentário

Diretrizes para Comentários

Encorajamos o uso de comentários como forma de interagir com os nossos usuários, compartilhar a sua perspetiva e fazer perguntas. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado no tema. Apenas coloque conteúdo relativo ao tópico.
  • Seja respeitoso. Até as opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias ou ataques pessoais dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de registro no futuro, a critério Investing.com.

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja eliminar este gráfico?
 
Postar
Também publique em :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua capacidade de comentar está suspensa devido a relatórios negativos por partes utilizadores. O estado será revisto pelos nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja eliminar este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua capacidade de comentar está suspensa devido a relatórios negativos por partes utilizadores. O estado será revisto pelos nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar Bloqueio

Quer mesmo bloquear %USER_NAME%?

Se o fizer, não poderá consultar as mensagens de %USER_NAME% e vice versa em Investing.com.

Adicionou %USER_NAME% com sucesso à sua Lista de Bloqueios

Uma vez que acabou de desbloquear esta pessoa, deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Registe-se com o Google
ou
Registe-se com email