🟢 Os mercados subiram. Os mais de 120 000 membros da nossa comunidade sabem o que devem fazer. Você também pode saber.Poupar 40%

BOVESPA-Índice descola do exterior e sobe 1%, mas com giro financeiro fica abaixo da média

Publicado 12.04.2021, 21:38
Atualizado 12.04.2021, 21:42
© Reuters.
US500
-
DJI
-
BVSP
-
BBDC4
-
BRKM5
-
BRML3
-
CSNA3
-
ELET3
-
ELET6
-
GGBR4
-
GOLL4
-
ITUB4
-
PETR4
-
USIM5
-
VALE3
-
CVCB3
-
AZUL4
-
BIDI11
-
PCAR3
-
RDOR3
-
ASAI3
-

(Texto atualizado com dados oficiais de fechamento e mais informações)

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO, 12 Abr (Reuters) - O Ibovespa teve alta nesta segunda-feira, descolado de bolsas no exterior, com a varejista alimentar GPA e a petroquímica Braskem disparando, embora o volume financeiro negociado no pregão tenha mais uma vez ficado abaixo da média recente.

Índice de referência do mercado acionário, o Ibovespa .BVSP subiu 0,97%, a 118.811,74 pontos, na máxima da sessão. O volume financeiro somou 24,18 bilhões de reais, mais uma vez abaixo da média do ano, de 36,3 bilhões de reais.

"Os mercados iniciaram a semana sem muita volatilidade, sem muitas notícias que pudessem de fato mexer com o mercado", avaliou o sócio e responsável por alocações de fundos de fundos da Kilima, Renato Mekbekian.

Ele ressaltou contudo que há dois eventos locais, em particular, que podem adicionar volatilidade nos próximos dias.

Um deles é a votação pelo plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) na quarta-feira para instalação da CPI da Covid no Senado, com o presidente Jair Bolsonaro pedindo que se analise também governadores e prefeitos.

Além disso, acrescentou Mekbekian, Bolsonaro tem 10 dias para sancionar o Orçamento de 2021 e ainda não foi fechado um acordo sobre determinados vetos, que podem fazer as despesas públicas superarem o teto a depender do desfecho.

Em Wall Street, o S&P 500 .SPX e o Dow Jones .DJI recuaram, com os investidores esperando por sinais da próxima temporada de balanços corporativos e um importante relatório de inflação a ser divulgado nesta semana. GPA ON PCAR3.SA disparou 9,79%, replicando movimento registrado em vários pregões em março, quando os papéis reagiram à cisão do Assaí ASAI3.SA e expectativas sobre os próximos passos do varejista, incluindo eventual venda de ativos. No mês passado, os papéis acumularam elevação de 201,91%. Até a última sexta-feira, o desempenho em abril estava positivo em 1,57%.

- BRASKEM PNA BRKM5.SA saltou 7,82%, renovando máxima intradia em quase um ano, mais uma vez apoiada por noticiário relacionado à venda da participação da Novonor (ex-Odebrecht) na petroquímica. O Brazil Journal reportou que executivos e empresários do setor petroquímico acreditam que a melhor forma de a Novonor monetizar essa participação seria formar um grande consórcio com empresas internacionais e nacionais e investidores financeiros. PETROBRAS PN PETR4.SA avançou 1,01% após acordo sobre compensação envolvendo os campos de Sépia e Atapu e em meio à alta dos preços do petróleo no exterior. Na assembleia de acionistas, em andamento, o presidente-executivo Roberto Castello Branco foi destituído do conselho de administração. Acionistas ainda votar nesta segunda a nova composição do colegiado. ITAÚ UNIBANCO PN ITUB4.SA ganhou 2,48%, após ajuste negativo na semana anterior, com BRADESCO PN BBDC4.SA fechando em alta de 2,06%. No setor, BANCO INTER UNIT BIDI11.SA , que não está no Ibovespa, disparou 8,08% após prévia operacional forte para o primeiro trimestre, que terminou com uma base de 10,2 milhões de clientes, alta de 106% ano a ano. VALE ON VALE3.SA subiu apenas 0,39%, com CSN CSNA3.SA e USIMINAS PNA USIM5.SA tendo os melhores desempenhos no setor de mineração e siderurgia na B3 com elevação de 1,83% e 1,09%, respectivamente. GERDAU PN GGBR4.SA avançou apenas 0,32%.

- ELETROBRAS PNB ELET6.SA e ELETROBRAS ON ELET3.SA caíram 2,84% e 2%, respectivamente, com o mercado sensível ao noticiário ligado à aguardada privatização da elétrica.

- AZUL PN AZUL4.SA recuou 2,54%, em sessão sem sinal único para o setor de viagens, vulnerável à situação à crise sanitária em decorrência do coronavírus, com GOL PN GOLL4.SA caindo 0,51%, mas CVC BRASIL ON CVCB3.SA fechando em alta de 1,67%. Outros papéis sensíveis à pandemia também recuaram, como shopping centers, com BRMALLS ON BRML3.SA perdendo 1,31%.

- REDE D'OR SÃO LUIZ ON RDOR3.SA , que não está no Ibovespa, avançou 4,66%, após assinar acordo vinculante para comprar 51% no Hospital Nossa Senhora das Neves. Para analistas do Bradesco BBI, o movimento fortalece a consolidação nacional e a estratégia de expansão acelerada da Rede D'Or. ALLIED ON ALLD3.SA recuou 4,56% em estreia o segmento Novo Mercado da B3 após precificar IPO a 18 reais por ação, com efetivo aumento de capital de 180 milhões de reais. Desde a abertura, oscilou de 17,18 reais na mínima a 19,23 reais na máxima até o momento. (https:// ver as maiores altas do Ibovespa, clique em .PG.BVSP

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em .PL.BVSP

(Edição Aluísio Alves)

Últimos comentários

Divulgação de riscos: A realização de transações com instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve altos riscos, incluindo o risco de perda de uma parte ou da totalidade do valor do investimento, e pode não ser adequada para todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos tais como eventos financeiros, regulamentares ou políticos. A realização de transações com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir realizar transações com instrumentos financeiros ou criptomoedas, deve informar-se sobre os riscos e custos associados à realização de transações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente os seus objetivos de investimento, nível de experiência e nível de risco aceitável, e procurar aconselhamento profissional quando este é necessário.
A Fusion Media gostaria de recordar os seus utilizadores de que os dados contidos neste website não são necessariamente fornecidos em tempo real ou exatos. Os dados e preços apresentados neste website não são necessariamente fornecidos por quaisquer mercados ou bolsas de valores, mas podem ser fornecidos por formadores de mercados. Como tal, os preços podem não ser exatos e podem ser diferentes dos preços efetivos em determinados mercados, o que significa que os preços são indicativos e inapropriados para a realização de transações nos mercados. A Fusion Media e qualquer fornecedor dos dados contidos neste website não aceitam a imputação de responsabilidade por quaisquer perdas ou danos resultantes das transações realizadas pelos seus utilizadores, ou pela confiança que os seus utilizadores depositam nas informações contidas neste website.
É proibido usar, armazenar, reproduzir, mostrar, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste website sem a autorização prévia e explicitamente concedida por escrito pela Fusion Media e/ou pelo fornecedor de dados. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados pelos fornecedores e/ou pela bolsa de valores responsável pelo fornecimento dos dados contidos neste website.
A Fusion Media pode ser indemnizada pelos anunciantes publicitários apresentados neste website, com base na interação dos seus utilizadores com os anúncios publicitários ou com os anunciantes publicitários.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que há qualquer discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.