Poupe 40%
Novo! 💥 Adira a ProPicks e veja a estratégia que superou o S&P 500 em + de 1,183% Poupe 40%

BOVESPA-Índice flerta com máximas desde janeiro após Santander Brasil e Fed

Publicado 28.04.2021, 21:29
Atualizado 28.04.2021, 21:30
© Reuters.

Por Aluisio Alves

SÃO PAULO, 28 Abr (Reuters) - O principal índice da Bovespa subiu nesta quarta-feira, após o Federal Reserve ter mantido o juro dos Estados Unidos no piso histórico e com divulgação de resultados corporativos domésticos majoritariamente positivos.

Apoiado em ganhos robustos de ações de bancos após o balanço trimestral do Santander Brasil, o Ibovespa .BVSP avançou 1,39%, aos 12.052,52 pontos. O giro financeiro da sessão somou 31,1 bilhões de reais.

O Federal Reserve manteve o juro e seu programa mensal de compra de títulos, reconhecendo a força crescente da economia dos EUA, mas sem sinalizar que pretenda começar a reduzir seu suporte à recuperação. profissionais do mercado, apesar de pontos domésticos de tensão, incluindo a CPI da Covid e mudanças na equipe do Ministério da Economia, a conjuntura global favorável de ampla liquidez prevaleceu nos negócios da bolsa paulista.

"Com números sólidos (do Santander Brasil) e os papéis dos bancos longe das máximas, a expectativa positiva levou a um aumento da demanda pelas ações, vide a probabilidade de revisões positivas para o setor, que, por conta da pandemia e os efeitos da inadimplência, as estimativas estavam conservadoras", afirmou Rafael Ribeiro, analista da Clear Corretora.

Na sequência, Multiplan MULT3.SA e CSN CSNA3.SA divulgam seus números nesta noite e Embraer EMBR3.SA e Gol GOLL4.SA , na manhã de quinta, dia que promete ser movimentado na B3, com a estreia das ações da Caixa Seguridade.

Também para esta noite estão previstas as precificações das oferta iniciais de ações (IPOs) do modalmais, Hospital Care e Kora Saude, que devem iniciar negócios na bolsa na sexta-feira, quando também está previsto o leilão de concessão da empresa de saneamento Cedae.

DESTAQUES

- SANTANDER BRASIL SANB11.SA deu um salto de 8,06%, liderando os ganhos do índice, após reportar lucro líquido recorrente de 4 bilhões de reais no primeiro trimestre, 9,2% acima da estimativa dos analistas compilada pela Refinitiv e 4,1% superior ao registrado um ano antes. "Até agora tudo bem; inadimplência segue surpreendentemente baixa", abservou o BTG Pactual (SA:BBTG99) em relatório.

- Ações dos demais bancos do índice foram na mesma direção. BRADESCO BBDC4.SA ganhou 4,97%, ITAÚ UNIBANCO ITUB4.SA teve elevação de 4,32%, BANCO DO BRASIL BBAS3.SA avançou 1,78% e BTG PACTUAL BPAC11.SA cresceu 1,71%.

- WEG WEGE3.SA perdeu força durante a sessão e caiu 1,38%, mesmo após a fabricante de motores elétricos ter reportado alta de mais de 70% no lucro líquido do primeiro trimestre, beneficiando-se da recuperação da economia global dos efeitos da pandemia. CIELO CIEL3.SA perdeu 3,29%, após resultados trimestrais que frustraram o mercado. A empresa de meios de pagamentos teve queda de 18,6% do lucro trimestral ante o primeiro trimestre de 2020. Em nota a clientes, o Credit Suisse (SIX:CSGN) chamou os resultados da Cielo de nada inspiradores.

- SUZANO SUZB3.SA perdeu 4,7%, com a queda de 1,86% do dólar frente ao real mantendo a pressão sobre ações de grandes exportadoras do país. JBS JBSS3.SA recuou 6,14% e BRF BRFS3.SA teve baixa de 2,41%.

- VALE VALE3.SA ganhou 1,63%, mesmo diante da queda dos preços de commodities metálicas no exterior. CSN CSNA3.SA , que divulga seus resultados do trimestre nesta noite, avançou 0,75%

- CEMIG CMIG4.SA teve incremento de 5,85%. O presidente da companhia, Reynaldo Passanezi, disse nesta quarta-feira que a elétrica espera obter cerca de 9 bilhões de reais com desinvestimentos nos próximos cinco anos. ver as maiores altas do Ibovespa, clique em .PG.BVSP

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em .PL.BVSP

(Edição Alberto Alerigi Jr.)

Últimos comentários

Divulgação de riscos: A realização de transações com instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve altos riscos, incluindo o risco de perda de uma parte ou da totalidade do valor do investimento, e pode não ser adequada para todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos tais como eventos financeiros, regulamentares ou políticos. A realização de transações com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir realizar transações com instrumentos financeiros ou criptomoedas, deve informar-se sobre os riscos e custos associados à realização de transações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente os seus objetivos de investimento, nível de experiência e nível de risco aceitável, e procurar aconselhamento profissional quando este é necessário.
A Fusion Media gostaria de recordar os seus utilizadores de que os dados contidos neste website não são necessariamente fornecidos em tempo real ou exatos. Os dados e preços apresentados neste website não são necessariamente fornecidos por quaisquer mercados ou bolsas de valores, mas podem ser fornecidos por formadores de mercados. Como tal, os preços podem não ser exatos e podem ser diferentes dos preços efetivos em determinados mercados, o que significa que os preços são indicativos e inapropriados para a realização de transações nos mercados. A Fusion Media e qualquer fornecedor dos dados contidos neste website não aceitam a imputação de responsabilidade por quaisquer perdas ou danos resultantes das transações realizadas pelos seus utilizadores, ou pela confiança que os seus utilizadores depositam nas informações contidas neste website.
É proibido usar, armazenar, reproduzir, mostrar, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste website sem a autorização prévia e explicitamente concedida por escrito pela Fusion Media e/ou pelo fornecedor de dados. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados pelos fornecedores e/ou pela bolsa de valores responsável pelo fornecimento dos dados contidos neste website.
A Fusion Media pode ser indemnizada pelos anunciantes publicitários apresentados neste website, com base na interação dos seus utilizadores com os anúncios publicitários ou com os anunciantes publicitários.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que há qualquer discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.