🟢 Os mercados subiram. Os mais de 120 000 membros da nossa comunidade sabem o que devem fazer. Você também pode saber.Poupar 40%

BOVESPA-Índice recua com realização de lucros em meio a cautela no exterior

Publicado 28.07.2020, 21:52
© Reuters.
US500
-
CARR
-
LCO
-
CL
-
BVSP
-
BBAS3
-
BBDC4
-
BEEF3
-
OIBR3
-
OIBR4
-
AMER3
-
B3SA3
-
CIEL3
-
CSNA3
-
ITUB4
-
MGLU3
-
ENEV3
-
PETR3
-
PETR4
-
SANB11
-
TIMS3
-
VALE3
-
VIVT4
-
WEGE3
-
COGN3
-
AESB3
-
BHIA3
-
BPAC11
-
CRFB3
-
PCAR3
-

(Atualiza com dados oficiais de fechamento e mais informações)

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO, 28 Jul (Reuters) - O Ibovespa fechou em leve queda nesta terça-feira, com a hesitação nas bolsas no exterior endossando movimentos de realização de lucros, enquanto Carrefour (PA:CARR) Brasil subiu após resultado trimestral e Cogna disparou em meio a expectativas para o IPO de sua subsidiária de educação básica.

Índice de referência da bolsa brasileira, o Ibovespa .BVSP cedeu 0,35%, a 104.109,07 pontos. O volume financeiro da sessão somou 26,75 bilhões de reais. O declínio veio após alta de 2% na véspera, ampliando a alta do Ibovespa em julho a quase 10%.

No exterior, senadores republicanos nos EUA anunciaram na véspera pacote de 1 trilhão de dólares contra efeitos econômicos do coronavírus, que foi elaborado com a Casa Branca, com o prazo alguns benefícios anteriores terminando nesta semana.

Mas a proposta provocou reação dos democratas, que a consideraram muito limitada em comparação com a proposta de 3 trilhões de dólares aprovada na Câmara dos Deputados em maio, e de alguns republicanos, que a consideraram muito cara.

Para o sócio da Monte Bravo Investimentos Rodrigo Franchini, a bolsa teve uma sessão 'de lado', com investidores monitorando as negociações no Congresso dos EUA.

"O mercado está olhando essa negociação para ver se ela consegue andar e a partir daí ter uma certeza do que pode acontecer", afirmou.

Em Wall Street, o S&P 500 .SPX caiu 0,65%, com resultados trimestrais abaixo do esperado e o enfraquecimento da confiança do consumidor também pesando, antes do desfecho da reunião de política monetária do Federal Reserve na quarta-feira.

No Brasil, a temporada de balanços inclui os números do Carrefour Brasil conhecidos na noite da véspera e os resultados de CSN CSNA3.SA , Cielo CIEL3.SA e Minerva BEEF3.SA , que saem ainda nesta terça-feira. Na quarta-feira, antes da abertura da bolsa, Santander Brasil SANB11.SA divulga seu desempenho.

Análise técnica do Itaú BBA citou que o Ibovespa retomará sua caminhada rumo aos 108.800 e sua máxima histórica em 120 mil pontos se superar os 105.500 pontos, mas que, para isso, demais mercados internacionais devem superar suas máximas recentes.

DESTAQUES

- CARREFOUR BRASIL ON CRFB3.SA teve alta de 5,34%, após salto de quase 75% no lucro ajustado do segundo trimestre ante mesmo período de 2019, ajudado pela aceleração de vendas em meio à pandemia da Covid-19 e por esforços para controle de despesas. No setor, GPA ON PCAR3.SA subiu 3,21%.

- B3 ON B3SA3.SA recuou 1,51%, em meio a movimentos de realização de lucros, uma vez que registrou máximas históricas na última semana. Apenas neste mês, os papéis acumulam alta de mais de 17%, em meio ao otimismo com o mercado de capitais.

- COGNA ON COGN3.SA avançou 8,04%, tendo no radar IPO nos EUA de sua unidade de educação básica, que deve ser precificado nesta semana. Parte dos recursos da oferta, que foi anunciada com faixa indicativa de preço de 15,50 a 17,50 dólares por ação, será usada para pagamento de dívida com a Cogna. VALE ON VALE3.SA caiu 1,68%, com a fraqueza de futuros do minério de ferro e aço na China abrindo espaço para ajuste da ação, que na véspera saltou 4,7%. No setor, CSN ON CSNA3.SA , que divulga resultado ainda nesta terça-feira, subiu 0,49%

- SANTANDER BRASIL UNIT SANB11.SA valorizou-se 1,32%, na véspera da divulgação do balanço do segundo trimestre. No setor, BRADESCO PN BBDC4.SA caiu 0,68% e ITAÚ UNIBANCO PN ITUB4.SA recuou 0,58%. BANCO DO BRASIL ON BBAS3.SA ganhou 0,34% e BTG PACTUAL UNIT BPAC11.SA caiu 3,24%.

- VIA VAREJO ON VVAR3.SA teve acréscimo de 7,93%, entre os destaques positivos. No setor, MAGAZINE LUIZA ON MGLU3.SA subiu 1,32% e B2W ON BTOW3.SA fechou com elevação de 1,1%.

- CIELO ON CIEL3.SA caiu 2,29%, antes do balanço previsto para esta terça-feira.

- TIM ON TIMP3.SA subiu 2,13% e TELEFÔNICA BRASIL PN VIVT4.SA valorizou-se 2,45%, após, em conjunto com a América Móvil, dona da Claro, elevarem proposta para comprar os ativos móveis da Oi, por 16,5 bilhões de reais. OI ON OIBR3.SA e OI PN OIBR4.SA , fora do Ibovespa, dispararam 15,82% e 44,27%, respectivamente. WEG ON WEGE3.SA recuou 3,95%, em sessão de correção, após renovar na véspera cotação recorde. Até a véspera, o papel acumulava alta de 38,5% apenas no mês, com forte impulso do resultado trimestral divulgado na semana passada. PETROBRAS PN PETR4.SA cedeu 1,72% e PETROBRAS ON PETR3.SA caiu 1,6%, acompanhando o declínio dos preços do petróleo LCOc1 CLc1 no exterior.

- AES TIETÊ UNIT TIET11.SA desabou 8,35%, após sua controladora norte-americana AES AES.N vencer uma disputa com a elétrica brasileira Eneva pela aquisição de uma fatia do BNDES na empresa de geração renovável. ENEVA ON ENEV3.SA perdeu 2,14%. As ações não fazem parte do Ibovespa. ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em .PL.BVSP

Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em .PG.BVSP

(Edição de Aluísio Alves)

Últimos comentários

Divulgação de riscos: A realização de transações com instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve altos riscos, incluindo o risco de perda de uma parte ou da totalidade do valor do investimento, e pode não ser adequada para todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos tais como eventos financeiros, regulamentares ou políticos. A realização de transações com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir realizar transações com instrumentos financeiros ou criptomoedas, deve informar-se sobre os riscos e custos associados à realização de transações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente os seus objetivos de investimento, nível de experiência e nível de risco aceitável, e procurar aconselhamento profissional quando este é necessário.
A Fusion Media gostaria de recordar os seus utilizadores de que os dados contidos neste website não são necessariamente fornecidos em tempo real ou exatos. Os dados e preços apresentados neste website não são necessariamente fornecidos por quaisquer mercados ou bolsas de valores, mas podem ser fornecidos por formadores de mercados. Como tal, os preços podem não ser exatos e podem ser diferentes dos preços efetivos em determinados mercados, o que significa que os preços são indicativos e inapropriados para a realização de transações nos mercados. A Fusion Media e qualquer fornecedor dos dados contidos neste website não aceitam a imputação de responsabilidade por quaisquer perdas ou danos resultantes das transações realizadas pelos seus utilizadores, ou pela confiança que os seus utilizadores depositam nas informações contidas neste website.
É proibido usar, armazenar, reproduzir, mostrar, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste website sem a autorização prévia e explicitamente concedida por escrito pela Fusion Media e/ou pelo fornecedor de dados. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados pelos fornecedores e/ou pela bolsa de valores responsável pelo fornecimento dos dados contidos neste website.
A Fusion Media pode ser indemnizada pelos anunciantes publicitários apresentados neste website, com base na interação dos seus utilizadores com os anúncios publicitários ou com os anunciantes publicitários.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que há qualquer discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.