Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize a sua experiência na Investing.com. Poupe até 40% Mais detalhes

BOVESPA-Índice tem nova semana de alta com recordes em NY e noticiário corporativo aquecido

Ações16.04.2021 21:42
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este artigo já foi guardado em Artigos Guardados
 
© Reuters.

(Texto reescrito com dados oficiais de fechamento e mais informações)

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO, 16 Abr (Reuters) - O Ibovespa fechou em alta nesta sexta-feira, arrematando mais uma semana de valorização, a terceira seguida, em movimento endossado por máximas em Wall St e noticiário corporativo aquecido, embora tenha ocorrido pouco avanço palpável nas frentes de saúde, política e fiscal no Brasil.

Nos Estados Unidos, os primeiros balanços da temporada do primeiro trimestre chancelaram a percepção de forte recuperação já indicada por dados econômicos e apoiada principalmente na agilidade do processo de vacinação no país.

Em Nova York, o S&P 500 .SPX bateu recordes consecutivos, assim como o Dow Jones .DJI . disso, números sobre a economia chinesa continuaram alimentando perspectivas positivas para a demanda de matérias-primas, produto de empresas que correspondem a uma parcela relevante na composição do Ibovespa, e que se beneficiam do atual cenário de reabertura, reflação e rotação de portfólios.

Vale, dona da maior fatia na carteira teórica do Ibovespa, de mais de 11%, renovou recordes nessa semana, quando acumulou valorização de 5,5%. Na quinta-feira, a cotação chegou a 109,88 reais na máxima, maior patamar intradia.

Em paralelo, o noticiário corporativo brasileiro desencadeou oscilações expressivas na bolsa paulista, com destaque para GPA PCAR3.SA , Cia Hering HGTX3.SA e Lojas Renner LREN3.SA , entre outras. Menos sorte tiveram as novas, como Mater Dei MATD3.SA e Allied ALLD3.SA , com estreias em baixa.

Na visão do estrategista da RB Investimentos, Gustavo Cruz, o foco na semana ficou mais em questões corporativas, incluindo o começo de nova temporada de balanços nos EUA.

"O exterior puxa (essa recuperação), o Ibovespa acaba sendo beneficiado", afirmou.

Os cenários macroeconômico e político no país, porém, continuam minando o sentimento de agentes financeiros, evitando uma retomada com mais fôlego das ações, embora no caso da pandemia de Covid-19 a percepção é de que se trata de um problema de execução, dado que a vacina já existe.

Além disso, acrescentou Cruz, apesar de os números da pandemia ainda não mostrarem uma melhora relevante e o ritmo de vacinação continuar lento, alguns Estados começaram a afrouxar restrições, reabrir comércio e outras atividades, o que acabou também ajudando algumas empresas na bolsa.

Em entrevista à Reuters nessa semana, o responsável pela estratégia de renda variável na AZ Quest, Eduardo Carlier, afirmou que o maior problema do Brasil ainda é o quadro fiscal. "É esse componente que gera maior incerteza", disse. sexta-feira, o Ibovespa .BVSP subiu 0,34%, a 121.113,93 pontos, com alta de 2,93% na semana e ampliando o ganho em abril a 3,84% No ano, agora tem acréscimo de 1,76%.

Maiores baixas do Ibovespa no dia .PL.BVSP

Maiores altas do Ibovespa no dia .PG.BVSP

O índice Small Caps .SMLL avançou 0,87%, a 2.965,79 pontos, com alta de 2,16% na semana e 6,02% no mês, ampliando a alta em 2021 para 5,08%.

O volume negociado no pregão nesta sexta-feira somou 30 bilhões de reais.

DESTAQUES DO IBOVESPA DO ACUMULADO DO MÊS:

- CIA HERING ON HGTX3.SA dispara 45,25%, catapultada pelo anúncio de que a varejista de moda recebeu -e recusou- proposta de fusão da fabricante de calçados e acessórios Arezzo (SA:ARZZ3). A Cia Hering afirmou que manterá o plano estratégico de combinar construção de marcas e expansão, com a busca por crescimento orgânico, e análise de "oportunidades inorgânicas", abrindo espaço para avaliação de que ela virou alvo de aquisição.

- CSN ON CSNA3.SA valoriza-se 26,65%, tendo renovado cotações recordes, com o setor de mineração e siderurgia ainda beneficiado por perspectivas de reabertura pós-Covid e estímulos econômicos no exterior para reavivar as economias, além de ambiente favorável a reajuste de preço de aço no Brasil. No caso de CSN, há ainda a perspectivas de desalavancagem do grupo. Nem o imbróglio no porto de Itaguaí esfriou o apetite pela ação. No setor, VALE ON VALE3.SA avança 10,92%, USIMINAS PNA USIM5.SA sobe 26,14%, GERDAU PN GGBR4.SA registra acréscimo de 7,64%.

- BRASKEM PNA BRKM5.SA apura alta de 25,93%, ampliando o ganho no ano para 112%, em meio a expectativas ligadas à venda da participação da Novonor (ex-Odebrecht) na petroquímica. O papel também vem encontrando suporte na visão do mercado de que a empresa está bem posicionada para aproveitar a sólida demanda por produtos petroquímicos, além do processo de desalavancagem e o progresso contínuo nas frentes de Alagoas e México.

- BRF ON BRFS3.SA contabiliza declínio de 6,46%, diante do cenário de alta dos preços de grãos e potencial aumento das matérias-primas da ração animal. Na semana passada, o presidente do conselho de administração da BRF, Pedro Parente, disse que os preços das commodities agrícolas estão em patamares bastante altos e o cenário é de firmeza nas cotações, com a China importando produtos "como nunca" enquanto recompõe seu plantel de suíno. SULAMERICA UNIT SULA11.SA recua 5,53%, dando sequêencia à correção após a disparada em meados de março, tendo no radar a oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) da Caixa Seguridade, que pode movimentar 6,5 bilhões de reais e tem precificação prevista para 27 de abril. No fim de março, o Credit Suisse (SIX:CSGN) cortou o preço-alvo das units - de 46,13 para 36 reais - e reiterou recomendação 'underperform'

- ENERGISA UNIT ENGI11.SA perde 3,98%, penalizada pela decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de adiar reajuste tarifário de unidades dela que atuam no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, enquanto avalia saídas para conter o forte aumento de custos para consumidores neste ano. A companhia também anunciou oferta pública de compra de ações (OPA) da Rede Energia, que ocorrerá em 14 de maio, na B3. o comportamento dos principais índices setoriais na B3 no acumulado do mês:

- Índice financeiro .IFNC : +1,01%

- Índice de consumo .ICON : +5,56%

- Índice de Energia Elétrica .IEE : +0,21%

- Índice de materiais básicos .IMAT : +11,94%

- Índice do setor industrial .INDX : +7,32%

- Índice imobiliário .IMOB : +1,62%

- Índice de utilidade pública .UTIL : +0,48% (Edição de Aluísio Alves)

BOVESPA-Índice tem nova semana de alta com recordes em NY e noticiário corporativo aquecido
 

Artigos Relacionados

Adicione um comentário

Diretrizes para Comentários

Encorajamos o uso de comentários como forma de interagir com os nossos usuários, compartilhar a sua perspetiva e fazer perguntas. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado no tema. Apenas coloque conteúdo relativo ao tópico.
  • Seja respeitoso. Até as opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias ou ataques pessoais dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de registro no futuro, a critério Investing.com.

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja eliminar este gráfico?
 
Postar
Também publique em :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua capacidade de comentar está suspensa devido a relatórios negativos por partes utilizadores. O estado será revisto pelos nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
 
Tem certeza que deseja eliminar este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua capacidade de comentar está suspensa devido a relatórios negativos por partes utilizadores. O estado será revisto pelos nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar Bloqueio

Quer mesmo bloquear %USER_NAME%?

Se o fizer, não poderá consultar as mensagens de %USER_NAME% e vice versa em Investing.com.

Adicionou %USER_NAME% com sucesso à sua Lista de Bloqueios

Uma vez que acabou de desbloquear esta pessoa, deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.
Registe-se com o Google
ou
Registe-se por email