Poupe 40%
Novo! 💥 Adira a ProPicks e veja a estratégia que superou o S&P 500 em + de 1,183% Poupe 40%

Se expressamos amor pela nossa parceira, por que não o fazemos pelo dinheiro?

Publicado 26.02.2024, 18:45
Atualizado 21.12.2023, 11:19

Boa tarde a todos(as),

Na minha opinião e nas minhas relações (pessoais e amorosa), a comunicação constante é um dos pilares mais importantes, pois, sem comunicar, fica tudo mais difícil, tais como, descobrir os desejos, necessidades e intenções das pessoas que estão connosco/interagem connosco, mas tudo isto pode ser resolvido através da questão "Comunicação". Uma vez via uma frase que dizia, se queres ir rápido, vai sozinho, se queres ir longe, vai com a tua parceira(o)!

Se falarmos de demonstrar o amor, podemos falar de 5 linguagens: tempo de qualidade, atos ou gestos, presentes, palavras de afirmação e o toque físico! Agora a questão é: como aplicamos estes mesmos princípios as "Finanças"? Vemos a seguir!

Eu, por vezes com a minha namorada, planeamos objetivos, alguns deles não se materializam, pois, por defeito ou feitio, a minha cabeça está muito intrínseca nas "Finanças" e a dela não :), daí que algumas vezes eu puxo para um lado e ela para o outro, mas é como o curso de negociação que fiz no Santander Open Academy explica, o "não" é o princípio do "sim", e o "sim" é o princípio da "não", precisando para isso de fazer as perguntas certas! Ps: e lá acabamos por nos entender.

Peguemos então nas linguagens do amor, e vamos aplicar as mesmas as "Finanças"!

  • Palavras de afirmação, podemos dizer que se resume a reconhecimentos verbais, elogios e frases de incentivo, tudo com o objetivo final de a pessoa sentir-se compreendida e apreciada! Nas "Finanças" devemos também mostrar a(o) nossa(o) parceira(o) que damos o devido valor, que nos importamos com as suas metas e também encorajando com as tais palavras de afirmação, comentários de apoio o seu progresso no que diz respeito ao nível financeiro!
  • Tempo de qualidade, nada mais é, do que a ação de passarmos tempo com a(o) nossa(o) parceira(o)! Eu admito que neste campo falho um pouco! Tempo de qualidade não se resume a estar juntos, incluí também a denominada "escuta ativa", "contacto visual" e darmos a quem está ao nosso lado a atenção devida! A isto deverá aparecer a questão: o que o dinheiro tem que ver com isto? Eu, por exemplo, valorizo ver que o dinheiro vai crescendo, e a minha namorada pensa em ter/fazer experiências diferentes, e a chave está em moldarmos os pensamentos divergentes que temos, para fazermos as coisas funcionar! Ps: o tema "Finanças" não têm que ser algo aborrecido.
  • Toque físico, será que posso aplicar este princípio as "Finanças", claro que sim! Eu pessoalmente acho que é mais fácil ter sinais de toque físico de afeto com a minha namorada do que com o dinheiro, e a explicação é simples, pois, não ando com notas físicas no bolso, salvo exceções! A verdade é uma, o ser humano é intrinsecamente movido por sensações, daí que ter algumas notas no bolso dará sempre aquela ideia de termos dinheiro e isso automaticamente irá nos transmitir tranquilidade. Daí que, imprimirmos extratos, saldos em papel, e até termos escrito os nossos objetivos financeiros em papel, terá sempre outro valor, pois, assim podemos guardá-los e até pendurarmos como inspiração e motivação para continuarmos a nossa caminhada!
  • Atos ou gestos, este tópico é interessante! Eu tive um gesto com a minha namorada que ela até aceitou com naturalidade, que foi logo no começo da nossa relação (passado meia dúzia de meses), a abertura de uma conta conjunta e logo posteriormente uma conta de investimento conjunta! O que pretendo demonstrar com isto? É que neste tópico existe uma infinidade de gestos ou atos que podemos ter com a(o) nossa(o) parceira(o), e que apesar de ser um gesto que encaixa bem na relação (demonstra união e compromisso), não descura a componente financeira!
  • Presentes, a minha namorada adora presentes! O presente, utilizado como linguagem do amor, na minha ótica representa o pensamento que atrás por detrás do ato/momento, pois, é um ato sentimental e a intenção deverá sobrepor-se as demais coisas, pois, só o gesto demonstra que nos importamos com a pessoa. Ainda agora quando passou o Dia dos Namorados, fizemos por dar presentes de valor equivalente. Se eu lhe oferecer algum presente relacionado com ações ou qualquer outro tipo de título e dizer-lhe "tens aqui", para ela é difícil aceitar, pois, ela é uma pessoa mais de sensações, daí que gosta de ter a componente do toque físico, e é isso que eu lhe tento proporcionar, pois, a nossa conta de investimento conjunto já é um ótimo presente que ela me deu, e que vai sendo capitalizado, e o tempo e a gestão do mesmo, espero que faça o resto! :)

Em suma, independentemente da linguagem de amor financeira que vamos utilizar com a(o) nossa(o) parceira(o), as maratonas/jornadas financeiras, vão e vêm, isto é, as necessidades e os objetivos mudam, daí que estar em sintonia com a sua parceira(o), é fundamental, pois, lá diz a frase, se queres ir rápido vai sozinho, se queres ir longe vai com a tua parceira(o)!

Obrigado!

Últimos comentários

Boa analogia, João. Já agora espero que o vosso amor seja proporcional às mais-valias do vosso investimento. Felicidades!
Muito bom João! Felicidades!
Divulgação de riscos: A realização de transações com instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve altos riscos, incluindo o risco de perda de uma parte ou da totalidade do valor do investimento, e pode não ser adequada para todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos tais como eventos financeiros, regulamentares ou políticos. A realização de transações com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir realizar transações com instrumentos financeiros ou criptomoedas, deve informar-se sobre os riscos e custos associados à realização de transações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente os seus objetivos de investimento, nível de experiência e nível de risco aceitável, e procurar aconselhamento profissional quando este é necessário.
A Fusion Media gostaria de recordar os seus utilizadores de que os dados contidos neste website não são necessariamente fornecidos em tempo real ou exatos. Os dados e preços apresentados neste website não são necessariamente fornecidos por quaisquer mercados ou bolsas de valores, mas podem ser fornecidos por formadores de mercados. Como tal, os preços podem não ser exatos e podem ser diferentes dos preços efetivos em determinados mercados, o que significa que os preços são indicativos e inapropriados para a realização de transações nos mercados. A Fusion Media e qualquer fornecedor dos dados contidos neste website não aceitam a imputação de responsabilidade por quaisquer perdas ou danos resultantes das transações realizadas pelos seus utilizadores, ou pela confiança que os seus utilizadores depositam nas informações contidas neste website.
É proibido usar, armazenar, reproduzir, mostrar, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste website sem a autorização prévia e explicitamente concedida por escrito pela Fusion Media e/ou pelo fornecedor de dados. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados pelos fornecedores e/ou pela bolsa de valores responsável pelo fornecimento dos dados contidos neste website.
A Fusion Media pode ser indemnizada pelos anunciantes publicitários apresentados neste website, com base na interação dos seus utilizadores com os anúncios publicitários ou com os anunciantes publicitários.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que há qualquer discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.