😎 Oferta de verão exclusiva - Poupe até 50% em ações escolhidas por IA da InvestingProOBTER OFERTA

ACÇÕES PORTUGAL-PSI20 avança 0,19 pct em sintonia com Europa

Publicado 23.07.2020, 10:37
© Reuters.
EUR/USD
-
USD/JPY
-
STOXX50
-
MBGn
-
GALP
-
JMT
-
EDP
-
ALSS
-
BCP
-
NVGR
-
MOTA
-
PHRA
-
SEM
-
YSO
-
USD/BRL
-
USD/CNY
-
ULVR
-
LCO
-
NOS
-
PSI20
-
EDPR
-
CORA
-
IBS
-
SONAC
-
OIBR4
-
ENBR3
-
STOXX
-
FTEU3
-
CTT
-
DXY
-
USD/AOA
-

LISBOA, 23 Jul (Reuters) - O índice accionista PSI20 .PSI20 ganha 0,19 pct em sintonia com Europa que está a ser suportada por bons resultados trimestrais de alguma empresas, disseram dealers.

As Bolsas europeias seguem em alta, com os investidores a retirarem o seu foco das tensões entre os EUA e a China, e a concentrarem-se em resultados melhores do que o esperado de empresas como Unilever (LON:ULVR), Daimler (DE:DAIGn) e Publicis.

As acções da telecom NOS sobem 1,27 pct para 3,67 euros.

O lucro da telecom NOS NOS.LS caiu 61,2% para 35 milhões de euros (ME) no primeiro semestre de 2020, após o encerramento de cinemas e quebra de receitas devido à pandemia do coronavírus, cujo impacto se intensificou no segundo trimestre, anunciou a NOS.

Em comunicado adiantou que, nos seis meses, as suas receitas desceram 7,6% para 666,6 ME, com as receitas de telecoms a caírem 5% para 652,8 ME; enquanto o EBITDA desceu 6,3% para 310,6 ME, embora a margem EBITDA tenha melhorado 0,7 pontos percentuais (pp) para 46,6%.

A NOS referiu que "o impacto da pandemia COVID-19, que teve o seu inicio no final de fevereiro, intensificou-se no segundo trimestre do ano, devido ao confinamento decretado".

"O semestre que agora terminou constituiu um dos momentos mais desafiantes na ainda curta história da NOS. A pandemia COVID-19 colocou, e continua a colocar, a empresa à prova nas suas mais diversas frentes", disse o CEO da NOS, Miguel Almeida.

A NOS disse que a queda resultados "explica-se pelos efeitos da pandemia COVID-19, pelo aumento de custos não recorrentes, nomeadamente o aumento de provisões para fazer face ao aumento de dívidas incobráveis, efetuada no primeiro trimestre".

O contributo das empresas associadas também se deteriorou "de forma significativa face ao período homólogo de 2019, com uma contribuição negativa da SportTV e da angolana ZAP, devido ao registo de imparidades e provisões".

O Millennium bcp BCP.LS segue estável nos 0,11 euros.

As acções da EDP-Energias de Portugal EDP.LS ganham 0,29 pct para 4,56 euros.

A EDP (SA:ENBR3) Renováveis EDPR.LS valoriza 0,84 pct para 14,34 euros.

A REN-Redes Energéticas de Portugal EDPR.LS soma 0,2 pct para 2,51 euros.

A petrolífera Galp Energia GALP.LS avança 0,82 pct para 10,51 euros.

O preço dos futuros do petróleo Brent LCOc1 somam 1,02 pct para 44,74 euros por barril.

A Jerónimo Martins JMT.LS desvaloriza 0,41 pct para 14,71 euros.

Os títulos do conglomerado Sonae YSO.LS contraem 1,02 pct para 0,63 euros.

A Sonae Capital SONAC.LS perdem 0,4 pct para 0,50 euros.

O operador postal CTT CTT.LS perde 1,08 pct para 2,29 euros.

A 'holding' Pharol PHRA.LS , maior accionista da telecom brasileira Oi OIBR4.SA , cai 0,37 pct para 0,11 euros.

A Corticeira Amorim CORA.LS cai 0,51 pct para 9,78 euros.

A construtora Mota Engil MOTA.LS desvaloriza 1,13 pct para 1,23 euros.

As acções da Altri ALSS.LS caem 0,18 pct para 4,39 euros.

A Navigator NVGR.LS cai 0,18 pct para 2,23 euros.

A Semapa SEM.LS , que controla a Navigator e é dona da cimenteira Secil, recua 0,12 pct para 8,24 euros.

A gestora de restaurantes Ibersol IBS.LS desce 1,05 pct para 5,64 euros.

EUROPA SOBE

* Reflectindo a tendência europeia como um todo, o STOXX 600 .STOXX , que segue as 600 maiores cotadas da região, valoriza 0,46 pct.

O Eurofirst 300 .FTEU3 soma 0,47 pct, enquanto o STOXX 50 .STOXX50 , que segue um conjunto mais restrito de 'blue chip', ganha 0,58 pct.

EURO APRECIA

* No mercado cambial, o euro EUR= aprecia 0,15 pct para 1,159 dólares. O índice do dólar .DXY , que compara a moeda norte-americana contra um cabaz das seis principais moedas mundiais, recua 0,15 pct para 94,85 pontos. A libra deprecia 0,13 pct para 1,272 dólares.

Face ao iéne japonês JPY= , o dólar sobe 0,01 pct para 107,15 iénes. O yuan chinês CNY= segue nos 6,996 yuan por dólar, a depreciar. Ontem,no fecho europeu, fixou nos 6,999 yuan por cada dólar.

O real brasileiro BRL= ganha 0,05 pct para 5,119 reais por cada dólar.

O 'fixing' do Kwanza AOA= face à moeda dos Estados Unidos AOA= está nos 553,29 kwanzas por dólar, estável face ao 'fixing' anterior.

(Por)

Últimos comentários

Divulgação de riscos: A realização de transações com instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve altos riscos, incluindo o risco de perda de uma parte ou da totalidade do valor do investimento, e pode não ser adequada para todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos tais como eventos financeiros, regulamentares ou políticos. A realização de transações com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir realizar transações com instrumentos financeiros ou criptomoedas, deve informar-se sobre os riscos e custos associados à realização de transações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente os seus objetivos de investimento, nível de experiência e nível de risco aceitável, e procurar aconselhamento profissional quando este é necessário.
A Fusion Media gostaria de recordar os seus utilizadores de que os dados contidos neste website não são necessariamente fornecidos em tempo real ou exatos. Os dados e preços apresentados neste website não são necessariamente fornecidos por quaisquer mercados ou bolsas de valores, mas podem ser fornecidos por formadores de mercados. Como tal, os preços podem não ser exatos e podem ser diferentes dos preços efetivos em determinados mercados, o que significa que os preços são indicativos e inapropriados para a realização de transações nos mercados. A Fusion Media e qualquer fornecedor dos dados contidos neste website não aceitam a imputação de responsabilidade por quaisquer perdas ou danos resultantes das transações realizadas pelos seus utilizadores, ou pela confiança que os seus utilizadores depositam nas informações contidas neste website.
É proibido usar, armazenar, reproduzir, mostrar, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste website sem a autorização prévia e explicitamente concedida por escrito pela Fusion Media e/ou pelo fornecedor de dados. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados pelos fornecedores e/ou pela bolsa de valores responsável pelo fornecimento dos dados contidos neste website.
A Fusion Media pode ser indemnizada pelos anunciantes publicitários apresentados neste website, com base na interação dos seus utilizadores com os anúncios publicitários ou com os anunciantes publicitários.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que há qualquer discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.