Últimas Notícias
0
Versão sem anúncios. Atualize a sua experiência na Investing.com. Poupe até 40% Subscreva Agora

Elétricos vs Hidrogénio: Qual a melhor opção nos dias de hoje

Mundiais 22.09.2022 08:10
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este artigo já foi guardado em Artigos Guardados
 
Elétricos vs Hidrogénio: Qual a melhor opção nos dias de hoje
 
BMWG
+1,24%
Adicionar/Remover de uma carteira
Adicionar a Watchlist
Adicionar Posição

Posição adicionada com sucesso a:

Dê um nome à sua carteira de participações
 
TM
-2,59%
Adicionar/Remover de uma carteira
Adicionar a Watchlist
Adicionar Posição

Posição adicionada com sucesso a:

Dê um nome à sua carteira de participações
 
005380
-2,75%
Adicionar/Remover de uma carteira
Adicionar a Watchlist
Adicionar Posição

Posição adicionada com sucesso a:

Dê um nome à sua carteira de participações
 
STLA
+0,49%
Adicionar/Remover de uma carteira
Adicionar a Watchlist
Adicionar Posição

Posição adicionada com sucesso a:

Dê um nome à sua carteira de participações
 

As vendas de carros elétricos a bateria (BEVS) estão a aumentar em toda a Europa e, de acordo com o Global Electric Vehicle Outlook, são vendidos mais veículos por semana do que foram vendidos em todo o ano de 2012.

Mas, apesar da crescente popularidade, a escassez de componentes-chave para baterias, incluindo lítio, níquel e cobalto, pode ameaçar o fornecimento. É aqui que entra o hidrogénio. 

Ao contrário da Europa - onde há apenas meia dúzia de carros movidos a hidrogénio à venda e cerca de 228 postos de abastecimento - a Ásia aposta no hidrogénio.

O governo japonês planeia ter 800.000 veículos movidos a hidrogénio nas estradas até 2030, enquanto a China estabeleceu uma meta ambiciosa de 1 milhão até 2035.

Estes pioneiros provavelmente vão reduzir os custos, aumentar o volume e desenvolver a cadeia de materiais em falta.

As indústrias automóveis também continuam divididas e, com exceção da Toyota (NYSE:TM) e da Hyundai (KS:005380), poucas estão a investir em peso em hidrogénio. Mais recentemente, porém, a BMW está a renovar o seu interesse e vê um papel para os carros movidos a hidrogénio se encaixarem ao lado dos elétricos a bateria.

A BMW planeia lançar um pequeno número de carros BMW iX5 Hydrogen em todo o mundo a partir do final deste ano, para fins de teste.

“Como uma fonte de energia versátil, o hidrogénio tem um papel fundamental a desempenhar no caminho para a neutralidade climática”, disse Oliver Zipse, presidente do Conselho de Administração da BMW AG (ETR:BMWG).

O grupo Stellantis (EPA:STLA) também fez uma produção limitada de veículos comerciais de hidrogénio. Mas nem todos concordam; A Mercedes engavetou os planos de trazer carros de célula de combustível de hidrogénio ao mercado, assim como a Audi.

Qual é a diferença entre um carro elétrico e um carro a hidrogénio?

Simplificando, um veículo elétrico a bateria é alimentado por eletricidade armazenada numa bateria, a qual é recarregada conectando-se à rede elétrica.

Um veículo elétrico de célula de combustível de hidrogénio produz a sua própria eletricidade através de uma reação química numa pilha de células de combustível. Essa eletricidade alimenta os motores das rodas e a única emissão é vapor de água. Os carros movidos a célula de combustível de hidrogénio são reabastecidos em estações de serviço específicas.

A beleza de um carro a hidrogénio é que demora tanto a ser reabastecido quanto um carro a gasolina ou diesel e pode ainda alcançar uma autonomia semelhante. Tudo isto com zero emissões.

Então, por que o hidrogénio está a lutar para ser um sucesso? O hidrogénio vem com vários desafios de baixa eficiência a altos custos. Baixa eficiência devido a altas perdas de energia

A maneira mais limpa de produzir hidrogénio é a eletrólise, o processo de usar eletricidade para dividir a água em hidrogénio e oxigénio. Mas consome muita energia e a eficiência está bem abaixo de 100%.

No momento em que se transporta o hidrogénio para um posto de abastecimento, ocorre mais perda e, mesmo que se possa contornar a etapa do transporte, o custo de armazenamento também é alto. Estima-se que apenas cerca de 38% da eletricidade original seja usada. 

Infraestrutura ainda aquém

A principal vantagem no uso de carros a hidrogénio é eles poderem reabastecer em minutos, mas apesar de serem os elementos mais abundantes no universo, encontrar um lugar para abastecer um carro a hidrogénio é muito difícil.

Aí está o problema do ovo e da galinha do hidrogénio, quem comprará os carros a hidrogénio se as estações de reabastecimento não existem? Quem vai investir nos postos de abastecimento se os carros não estiverem disponíveis?

O risco de investimento inicial da construção de uma infraestrutura de hidrogénio é muito alto para uma única empresa, portanto, enfrentar esse problema provavelmente exigirá um plano e coordenação que reúna governos, indústria e investidores.

O hidrogénio é altamente inflamável

O hidrogénio é altamente inflamável, difícil de armazenar e representa um risco de segurança em caso de acidente. No entanto, fabricantes de automóveis como a Toyota insistem que os carros elétricos com células de combustível são tão seguros quanto os veículos convencionais.

A empresa japonesa passou muitos anos a testar carros movidos a hidrogénio em condições e temperaturas extremas para garantir que possam ser usados ​​com segurança e confiabilidade.

Quais carros a hidrogénio se podem comprar?

Enquanto que novos carros elétricos são lançados regularmente, existem apenas dois carros a hidrogénio disponíveis para compra na Europa: o Hyundai Nexo SUV e o Toyota Mirai.

Os carros de hidrogénio também são caros, mas também são caros para reabastecer. A extensão de quanto custam em comparação com a recarga de um carro elétrico também difere consideravelmente entre os países.

O que o futuro reserva para o hidrogénio e os carros elétricos?

Ainda não se sabe se há lugar para ambas as tecnologias. Os BEVs não estão isentos de problemas: são caros para comprar e podem levar um tempo considerável para recarregar.

Além disso, os carros elétricos podem não gerar emissões, mas as fontes de energia da bateria, a reciclagem dos seus componentes e a fabricação dos veículos e baterias contribuem para as emissões de carbono. Além disso, a mineração de muitas das matérias-primas levanta questões éticas e ambientais.

Mas a falta de uma infraestrutura de reabastecimento de hidrogénio, os desafios à volta do transporte do combustível e o facto de se precisar de muita mais energia para fazer um veículo movido a hidrogénio do que um veículo elétrico a bateria, significa, agora, que o futuro é elétrico a bateria.

Elétricos vs Hidrogénio: Qual a melhor opção nos dias de hoje
 

Artigos Relacionados

As cidades do futuro vão promover mais caminhadas
As cidades do futuro vão promover mais caminhadas Por Euronews PT - 21.09.2022

As cidades que mais incentivam os cidadãos a caminhar vão aproveitar muitos benefícios económicos e de saúde no futuro.  Inevitavelmente pressionados pelas mudanças comportamentais...

Adicione um comentário

Diretrizes para Comentários

Encorajamos o uso de comentários como forma de interagir com os nossos usuários, compartilhar a sua perspetiva e fazer perguntas. No entanto, a fim de manter o alto nível do discurso que todos nós valorizamos e esperamos, por favor, mantenha os seguintes critérios em mente:

  • Enriqueça a conversa
  • Mantenha-se focado no tema. Apenas coloque conteúdo relativo ao tópico.
  • Seja respeitoso. Até as opiniões negativas podem ser enquadradas de forma positiva e diplomática.
  • Use estilo de escrita padrão. Incluir pontuação e letras maiúsculas e minúsculas.
  • NOTA: Spam e/ou mensagens promocionais ou links dentro de um comentário serão removidos.
  • Evite palavrões, calúnias ou ataques pessoais dirigidos a um autor ou outro usuário.
  • Somente serão permitidos comentários em Português.

Os autores de spam ou abuso serão excluídos do site e proibidos de registro no futuro, a critério Investing.com.

Escreva o que você pensa aqui
 
Tem certeza que deseja eliminar este gráfico?
 
Postar
Também publique em :
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua capacidade de comentar está suspensa devido a relatórios negativos por partes utilizadores. O estado será revisto pelos nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Obrigado pelo seu comentário. Por favor, note que todos os comentários estão automaticamente pendentes, em nosso sistema, até que aprovados por nossos moderadores. Por este motivo, pode demorar algum tempo antes que o mesmo apareça em nosso site.
Comentários (2)
mike mike
mike mike 30.09.2022 7:46
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este comentário já foi guardado em Artigos Guardados
Comparar uma tecnologia já desenvolvida com uma que está a nascer é de pouco senso.
António Alves
António Alves 23.09.2022 13:15
Guardado. Veja Artigos Guardados.
Este comentário já foi guardado em Artigos Guardados
Para descomplicar eu iria para um carro a funcionar a ímãs!...
 
Tem certeza que deseja eliminar este gráfico?
 
Postar
 
Substituir o gráfico anexado por um novo gráfico?
1000
A sua capacidade de comentar está suspensa devido a relatórios negativos por partes utilizadores. O estado será revisto pelos nossos moderadores.
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Anexar um gráfico a um comentário
Confirmar Bloqueio

Quer mesmo bloquear %USER_NAME%?

Se o fizer, não poderá consultar as mensagens de %USER_NAME% e vice versa em Investing.com.

Adicionou %USER_NAME% com sucesso à sua Lista de Bloqueios

Uma vez que acabou de desbloquear esta pessoa, deve aguardar 48 horas antes de bloqueá-la novamente.

Denunciar este comentário

Diga-nos o que achou deste comentário

Comentário denunciado

Obrigado!

Seu comentário foi enviado aos moderadores para revisão
Registe-se com o Google
ou
Registe-se com email