Poupe 40%
Novo! 💥 Adira a ProPicks e veja a estratégia que superou o S&P 500 em + de 1,183% Poupe 40%

O que é Davos e porque é que é importante? Guia para a reunião anual do Fórum Económico Mundial

Publicado 15.01.2024, 13:08
Atualizado 15.01.2024, 13:10
© Reuters.  O que é Davos e porque é que é importante? Guia para a reunião anual do Fórum Económico Mundial

Em qualquer outra altura do ano, a cidade de Davos não tem nada de especial, para além de ser uma popular estância de esqui no alto dos Alpes suíços.

Mas durante uma semana, em janeiro, Davos torna-se no centro das atenções do mundo, uma vez que as elites mundiais convergem para esta pequena cidade alpina para a reunião anual do Fórum Económico Mundial (FEM). Porquê? Para discutir o rumo futuro da vida no nosso planeta e as questões prementes da atualidade.

Mas, afinal, o que é que acontece em Davos e qual a importância do evento?

O que é o Fórum Económico Mundial?

O FEM foi fundado em 1971 por Klaus Schwab, um economista e professor suíço-alemão, numa tentativa de promover a cooperação global em questões políticas, sociais e económicas.

O objetivo da organização internacional sem fins lucrativos, atualmente sediada perto de Genebra, era reunir os setores público e privado para encontrar soluções para problemas globais, algo que continua a ser um dos seus princípios fundadores do encontro que visa "melhorar o estado do mundo", segundo a sua declaração de missão.

A primeira reunião do WEF, há cinco décadas, teve lugar em Davos. Desde então, a cidade continua a acolher a reunião e o nome da estância de férias passou a ser uma forma comum de designar o evento.

Quem participa em Davos?

O que é que Donald Trump, Greta Thunberg e Elton John têm em comum? Em princípio, provavelmente nada. A única coisa que os une é o facto de terem participado anteriormente em Davos.

Uma das coisas mais singulares de Davos são os seus participantes. Embora seja muitas vezes criticado como um local de conversa para 1% da população privilegiada do mundo, é também o local onde as pessoas vêm para tentar fazer lobby e influenciar as elites poderosas, a fim de apoiar mudanças a uma escala global.

Habitualmente, é possível contar com a presença de líderes mundiais, como o Presidente dos EUA e os líderes da da UE e da ONU, mas o elenco de participantes inclui também líderes empresariais e empreendedores, pensadores e académicos proeminentes, responsáveis de ONG e do setor da beneficência, inovadores, meios de comunicação social, sociedade civil, ativistas e até celebridades.

Todos os participantes estão reunidos num só local, ao mesmo tempo, o que significa um acesso sem precedentes aos decisores mundiais.

A lista oficial é composta por cerca de dois a três mil convidados, entre participantes e oradores, mas a reunião atrai milhares de pessoas que participam em eventos paralelos.

É também aqui que empresas, países e regiões montam as suas bancas para vender conceitos e serviços ou atrair investimentos.

Ao longo da Promenade, a principal via de Davos, existem as chamadas "casas", onde as empresas podem alugar espaços para instalar embaixadas ou para receber visitantes e realizar reuniões.

Porquê ir a Davos?

Um dos princípios fundadores do Fórum Económico Mundial é a imparcialidade e a independência face a interesses particulares. Mas o evento é frequentemente criticado por propiciar uma permeabilidade entre as esferas política e empresarial.  E há mesmo quem alegue que o encontro de Davos é uma força maligna no mundo.

Hipocrisia ou progresso?

O correspondente económico do New York Times, Peter Goodman, por exemplo, sublinhou no seu livro "Davos Man" que é contraditório pedir a bilionários e elites acusados de estar na origem dos maiores problemas do mundo para resolverem esses mesmos problemas.

Uma das principais críticas feitas todos os anos aos organizadores do evento, por exemplo, é a hipocrisia de ter a crise climática na agenda da reunião, enquanto um em cada 10 participantes em 2022 viajou de jato privado para chegar a Davos.

Apesar de ser um local de conversa para os ricos e poderosos do mundo, Davos é um fórum sem paralelo para a discussão e o debate à escala global e tem, de facto, algumas conquistas significativas no seu historial de 50 anos.

Em 1988, um acordo assinado na reunião, conhecido como a Declaração de Davos, ajudou a Turquia e a Grécia a afastarem-se da iminência de um conflito armado.

Também em 1992, Nelson Mandela e o então presidente sul-africano FW de Klerk fizeram a sua primeira aparição conjunta na cena internacional em Davos, o que constituiu um passo significativo para o fim do apartheid. Os dois ganharam o Prémio Nobel da Paz no ano seguinte.

Em 2000, a Aliança Mundial para as Vacinas e a Imunização (Gavi) foi lançada em Davos e, desde então, tem melhorado o acesso de milhões de pessoas às vacinas. Desde a sua criação, contribuiu para a vacinação de 760 milhões de crianças em todo o mundo.

Últimos comentários

Vão discutir o clima e as financas mundiais , e vao de carro a 500metros ha distancia da zona de kongresso e o carro imaginem audi A8 w12 a quantidade de comida e nem vai ha mesa mas vai para o lixo porque fazem a mais para nao poder faltar nada aos meninos , só quem la vive ou trbalha é que vê as coisas como sao é o Kongress da vergonha
resumidamente muito bom, mas os senhores do mundo ficam a saber a tendência, o rumo que as coisas levarem, e vai daí, investem nessas tendências, e sabem que no ano seguinte lá estarão para ouvir o que está para vir, ou eles próprios criam essas tendências ou necessidades. A seguir a Deus são estes homens e senhores que mandam no mundo, mas a coisa está a começar a mudar, a China e a Índia não apoiam a 100% estes assuntos.
Muito esclarecedor, aprendí muito!
Divulgação de riscos: A realização de transações com instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve altos riscos, incluindo o risco de perda de uma parte ou da totalidade do valor do investimento, e pode não ser adequada para todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos tais como eventos financeiros, regulamentares ou políticos. A realização de transações com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir realizar transações com instrumentos financeiros ou criptomoedas, deve informar-se sobre os riscos e custos associados à realização de transações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente os seus objetivos de investimento, nível de experiência e nível de risco aceitável, e procurar aconselhamento profissional quando este é necessário.
A Fusion Media gostaria de recordar os seus utilizadores de que os dados contidos neste website não são necessariamente fornecidos em tempo real ou exatos. Os dados e preços apresentados neste website não são necessariamente fornecidos por quaisquer mercados ou bolsas de valores, mas podem ser fornecidos por formadores de mercados. Como tal, os preços podem não ser exatos e podem ser diferentes dos preços efetivos em determinados mercados, o que significa que os preços são indicativos e inapropriados para a realização de transações nos mercados. A Fusion Media e qualquer fornecedor dos dados contidos neste website não aceitam a imputação de responsabilidade por quaisquer perdas ou danos resultantes das transações realizadas pelos seus utilizadores, ou pela confiança que os seus utilizadores depositam nas informações contidas neste website.
É proibido usar, armazenar, reproduzir, mostrar, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste website sem a autorização prévia e explicitamente concedida por escrito pela Fusion Media e/ou pelo fornecedor de dados. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados pelos fornecedores e/ou pela bolsa de valores responsável pelo fornecimento dos dados contidos neste website.
A Fusion Media pode ser indemnizada pelos anunciantes publicitários apresentados neste website, com base na interação dos seus utilizadores com os anúncios publicitários ou com os anunciantes publicitários.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que há qualquer discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.