Desbloqueie Dados Premium: Poupe até 50% na InvestingProOBTER OFERTA

Incerteza na Europa com a subida contínua dos preços do petróleo

Publicado 18.09.2023, 11:26
© Reuters.  Incerteza na Europa com a subida contínua dos preços do petróleo
LCO
-
CL
-

Os preços do petróleo estão a subir nas principais bolsas, depois de dados económicos positivos da China terem alimentado as expectativas de um aumento da procura por parte da segunda maior economia do mundo.

A produção industrial e as vendas a retalho da China cresceram mais do que o esperado em agosto, de acordo com os últimos dados, sugerindo que a segunda maior economia do mundo está a começar a estabilizar.

A referência mundial dos futuros do petróleo Brent subiu 65 cêntimos, ou 0,7%, para 94,35 dólares por barril, enquanto o petróleo americano West Texas Intermediate (WTI) subiu 67 cêntimos, também 0,7%, para 90,83 dólares por barril.

Ambos estão ao nível mais elevado deste ano, o que representa um aumento de cerca de 4% em relação à semana passada.

Os chamados futuros são um forte indicador das expectativas dos investidores sobre o mercado, sinalizando geralmente o que estão dispostos a pagar por mês por um barril de petróleo.

Anteriormente, as preocupações com a oferta fizeram subir os preços, uma vez que os principais produtores de petróleo, a Rússia e a Arábia Saudita, anunciaram na semana passada que manterão a sua oferta reduzida até ao final do ano.

Seguiu-se o relatório da Agência Internacional de Energia, publicado no início desta semana, que afirma que o prolongamento dos cortes na produção de petróleo resultará num défice do mercado nos últimos três meses de 2023.

As recentes inundações catastróficas na Líbia suscitaram preocupações de que o país da OPEP, um dos principais fornecedores da Europa, não possa fornecer o seu milhão de barris de petróleo por dia.

A volatilidade é a única certeza na Europa

Na Europa, a única certeza é que nada é certo; os analistas preveem volatilidade no mercado, principalmente devido a uma perspetiva mista.

O aumento dos preços do petróleo tem um impacto direto nos preços do gás natural. Enquanto em todo o mundo os preços do gás natural e da gasolina registam um ligeiro aumento a par dos preços do petróleo, o preço de referência do gás natural na Europa, a Dutch TTF, desceu mais de 2,5% esta sexta-feira.

Isto indica que o mercado europeu está a ser dominado principalmente por uma perspetiva económica sombria, liderada pela economia vacilante da Alemanha, e que a procura no continente é baixa.

No entanto, com a incerteza relativa às greves dos trabalhadores nas instalações de gás natural liquefeito (GNL) da Chevron (NYSE:CVX), na Austrália, um aumento dos preços poderá ser um cenário para a Europa.

Uma das maiores agências de notação de crédito, a Fitch Ratings, prevê uma subida temporária dos preços europeus. As instalações da Chevron na Austrália fornecem cerca de 7% do abastecimento mundial de GNL. Vendem principalmente nos mercados asiáticos.

Prevê-se que as greves se prolonguem e prolonguem o tempo de ausência desta oferta no mercado. Assim, os compradores asiáticos poderão recorrer a outros fornecedores de GNL, em concorrência com a Europa, enquanto durarem as greves, o que, por sua vez, fará subir os preços.

Por outro lado, há também a expetativa de que este ano a Europa tenha um início de inverno mais ameno, o que poderá atrasar a procura de aquecimento. Além disso, as reservas de gás natural estão aproximadamente a 94% na Europa.

Últimos comentários

Divulgação de riscos: A realização de transações com instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve altos riscos, incluindo o risco de perda de uma parte ou da totalidade do valor do investimento, e pode não ser adequada para todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos tais como eventos financeiros, regulamentares ou políticos. A realização de transações com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir realizar transações com instrumentos financeiros ou criptomoedas, deve informar-se sobre os riscos e custos associados à realização de transações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente os seus objetivos de investimento, nível de experiência e nível de risco aceitável, e procurar aconselhamento profissional quando este é necessário.
A Fusion Media gostaria de recordar os seus utilizadores de que os dados contidos neste website não são necessariamente fornecidos em tempo real ou exatos. Os dados e preços apresentados neste website não são necessariamente fornecidos por quaisquer mercados ou bolsas de valores, mas podem ser fornecidos por formadores de mercados. Como tal, os preços podem não ser exatos e podem ser diferentes dos preços efetivos em determinados mercados, o que significa que os preços são indicativos e inapropriados para a realização de transações nos mercados. A Fusion Media e qualquer fornecedor dos dados contidos neste website não aceitam a imputação de responsabilidade por quaisquer perdas ou danos resultantes das transações realizadas pelos seus utilizadores, ou pela confiança que os seus utilizadores depositam nas informações contidas neste website.
É proibido usar, armazenar, reproduzir, mostrar, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste website sem a autorização prévia e explicitamente concedida por escrito pela Fusion Media e/ou pelo fornecedor de dados. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados pelos fornecedores e/ou pela bolsa de valores responsável pelo fornecimento dos dados contidos neste website.
A Fusion Media pode ser indemnizada pelos anunciantes publicitários apresentados neste website, com base na interação dos seus utilizadores com os anúncios publicitários ou com os anunciantes publicitários.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que há qualquer discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.