🔥 A estratégia de ações escolhidas por IA, Titãs da tecnologia, subiu +7,1% em maio. Junte-se à ação com as ações EM ALTA.Poupe 40%

Mark Zuckerberg anuncia preparações para a inclusão de NFTs no Instagram

Publicado 20.03.2022, 18:44
© Reuters.  Mark Zuckerberg anuncia preparações para a inclusão de NFTs no Instagram
META
-

Mark Zuckerberg, CEO do grupo Meta, que inclui Facebook (NASDAQ:FB), Whatsapp e Instagram, afirmou, no evento South by Soutwest (SXSW), que os NFTs estarão para chegar ao Instagram. Embora não tenha sido anunciada a forma como serão integrados na rede social, o CEO da Meta avançou que os utilizadores poderão criar os seus próprios NFTs na plataforma.

A informação foi avançada na rede social Twitter, por Karissa Bell e Casey Newton, a partir das declarações de Mark Zuckerber no SXSW, um evento anual em Austin, Texas, que engloba música, cinema e digital media.

Estas declarações de Zuckerberg vem reforçar o que já havia sido anunciado no final de 2021, em que a empresa Meta dizia estar a “explorar activamente o campo dos NFTs” como forma de “procurar novas formas de ajudar os criadores de conteúdo” e simultaneamente “levar os NFTs a um público mais abrangente”. Contudo não avançou outras funcionalidades, ou qual (ou quais) as redes blockchain utilizadas para guardar e transacionar os NFTs de cada utilizador.

Esta convergência das principais plataformas digitais para os NFTs é já uma tendência que se verifica desde 2021. Nomes como Twitter, Reddit, e OnlyFans, fazem parte da lista de empresas da Web2.0 que já implementaram funcionalidades com NFTs.

A própria empresa Facebook Inc , que incorpora redes sociais como Facebook, Instagram e WhatsApp, realizou um rebranding para Meta em Outubro de 2021, como forma de afirmar o seu compromisso com a criação de um universo digital emersivo, o Metaverso. Numa apresentação, Mark Zuckerberg explicou que os NFTs teriam um papel importante no Metaverso, possibilitando a exposição e transacção segura de objectos digitais de edição limitada.

A convergência do Facebook para o Metaverso

A tentativa da Meta de se aproximar do universo dos criptoativos data já desde Junho de 2019, quando o grupo, na altura ainda Facebook Inc., anunciou o lançamento de uma criptomoeda, a Libra. Assim, este novo token incorporaria um sistema de pagamentos numa permissioned blockchain gerida pela Libra Association.

Contudo, os reguladores não viram com bons olhos a iniciativa. A Libra Association viu-se obrigada a uma mudança de nome e de logótipo, passado a ser denominada por Diem em Dezembro de 2020. O próprio Mark Zuckerberg declarou que não avançaria com o lançamento sem a aprovação dos reguladores americanos. Assim, o projecto da Diem acabaria por ser abandonado em Janeiro de 2022 sem o lançamento de qualquer produto mais consolidado.

A mudança de nome da empresa Facebook Inc. para Meta, em Outubro de 2021, foi assumida pela empresa como o reflexo de uma nova missão. Os esforços da agora Meta, voltaram-se para a criação de um mundo virtual imersivo que simule a vida real, muito à semelhança de Second Life. No entanto, o culminar do protejo passará pela aposta na realidade aumentada, em que mundo real e virtual se complementam.

Frequência do termo de pesquisa “Metaverse” nos últimos 12 meses. Fonte: Google Trends

A aposta da Meta no conceito de Metaverso popularizou-o, como demonstra o aumento exponencial das pesquisas por essa palavra nos dias subsequentes às apresentações de Mark Zuckerber sobre a sua nova aposta.

Os NFTs enquanto registo de propriedade de ativos digitais que podem ser transacionados de forma segura numa blockchain são vistos por Mark Zuckerberg como uma tecnologia que beneficiará o Metaverso.

Últimos comentários

Divulgação de riscos: A realização de transações com instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve altos riscos, incluindo o risco de perda de uma parte ou da totalidade do valor do investimento, e pode não ser adequada para todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos tais como eventos financeiros, regulamentares ou políticos. A realização de transações com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir realizar transações com instrumentos financeiros ou criptomoedas, deve informar-se sobre os riscos e custos associados à realização de transações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente os seus objetivos de investimento, nível de experiência e nível de risco aceitável, e procurar aconselhamento profissional quando este é necessário.
A Fusion Media gostaria de recordar os seus utilizadores de que os dados contidos neste website não são necessariamente fornecidos em tempo real ou exatos. Os dados e preços apresentados neste website não são necessariamente fornecidos por quaisquer mercados ou bolsas de valores, mas podem ser fornecidos por formadores de mercados. Como tal, os preços podem não ser exatos e podem ser diferentes dos preços efetivos em determinados mercados, o que significa que os preços são indicativos e inapropriados para a realização de transações nos mercados. A Fusion Media e qualquer fornecedor dos dados contidos neste website não aceitam a imputação de responsabilidade por quaisquer perdas ou danos resultantes das transações realizadas pelos seus utilizadores, ou pela confiança que os seus utilizadores depositam nas informações contidas neste website.
É proibido usar, armazenar, reproduzir, mostrar, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste website sem a autorização prévia e explicitamente concedida por escrito pela Fusion Media e/ou pelo fornecedor de dados. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados pelos fornecedores e/ou pela bolsa de valores responsável pelo fornecimento dos dados contidos neste website.
A Fusion Media pode ser indemnizada pelos anunciantes publicitários apresentados neste website, com base na interação dos seus utilizadores com os anúncios publicitários ou com os anunciantes publicitários.
A versão em inglês deste acordo é a versão principal, a qual prevalece sempre que há qualquer discrepância entre a versão em inglês e a versão em português.
© 2007-2024 - Fusion Media Limited. Todos os direitos reservados.